Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SAQUE DO FGTS

Pagamento de dívidas é principal destino para saque do FGTS

Pesquisa também aponta que sul-mato-grossense pretende utilizar o dinheiro para reformas e viagens

18 SET 19 - 16h:47ALÍRIA ARISTIDES

Segundo levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Fecomércio (IPF/MS), o sul-mato-grossense já tem destino certo para o dinheiro proveniente do FGTS. A sondagem feita pelo órgão de pesquisa aponta que 52% da população do Estado vai realizar o saque, o que representa aporte de mais de R$300 milhões para a economia do Estado.

A Caixa Econômica Federal estima que serão liberados para Mato Grosso do Sul R$ 540 milhões, o que representa 1.410 contas do FGTS. Do número total de beneficiados, cerca de 700 mil pessoas pretendem destinar o dinheiro para pagamento de contas ou débitos em aberto. “Segundo nosso levantamento, 53,4% pretendem pagar contas, o que significa cerca de R$ 160 milhões voltados ao dinamismo da economia, seja para restabelecer a situação financeira, pelo pagamento de dívidas ou para sair da inadimplência”, afirma a economista do IPF, Daniela Dias.

Para a economista do IPF, os resultados da pesquisa demonstram melhoras nas expectativas financeiras das famílias. Sobre o gasto com pagamento de contas, Daniela Dias afirma que “por si só, é uma situação que aponta um cenário positivo, pois temos, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) divulgada esta semana, 175.750 famílias que estão endividadas ou inadimplentes. Com isso, principalmente, aquelas que estão inadimplentes voltarão a ter poder de compra e crédito no mercado”, aponta.

No levantamento, gastos com viagens atingiram a segunda posição nas pretensões de uso para o saque do FGTS. Cerca de 27% dos consumidores entrevistados apontaram o intuito de destinar o dinheiro extra para viajar, o que representa cerca de R$80 milhões do montante total. Em seguida, foi citado intuito de gastar o dinheiro com reforma da casa por cerca de 20% dos entrevistados, o que equivale a R$60 milhões. Gastos com compras de bens duráveis, presentes e festas de fim de anos representaram menos do que 10% das pretensões da população. 

A pesquisa foi realizada entre os meses de agosto e setembro deste ano e contou com o cruzamento de dados secundários referentes ao desempenho da economia de Mato Grosso do Sul. 

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Educação de MS é a nona melhor País em competitividade
RANKING NACIONAL

Educação de MS é a nona melhor País em competitividade

MEC divulga horário de provas do Enem em cada estado
EVITE ATRASO

MEC divulga horário de provas do Enem em cada estado

Crise do PSL trava projeto de reforma do Hotel Campo Grande, diz prefeito
PARADO

Crise do PSL trava projeto de reforma de hotel, diz prefeito

Prefeitura entrega novos ônibus e garante reforma de terminais em novembro
MAIS 20 VEÍCULOS

Prefeitura entrega novos ônibus e garante reforma de terminais em novembro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião