Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AÇÃO CONJUNTA

Operação apreende 19 veículos adaptados para contrabando e tráfico de drogas

DOF e Polícia Rodoviária intensificaram ações em estrada que liga Capital à fronteira
15/08/2019 10:22 - RAFAEL RIBEIRO


 

Operação conjunta entre Polícia Militar Rodoviária (PMR) e o Departamento de Operações de Fronteira (DOF) intensificaram as ações de fiscalização abordando e vistoriando veículos e pessoas suspeitas na rodovia estadual MS-164, entre Maracaju e Ponta Porã. Foram retirados de circulação 19 veículos que seriam utilizados para contrabando e tráfico de drogas durante a ação, na quarta-feira (14).

A rodovia é considerada a principal rota para crimes dessa natureza, com destino a Campo Grande.

Ao todo, a ação iniciada às 7h durou 12h e produziu a vistoria de cerca de 120 veículos, a remoção ao Detran (Deoartamento Estadual de Trânsito) de 19 veículos que estavam adaptados irregularmente, possivelmente, para servir de meio de transporte produtos do contrabando e descaminho. Alguns destes veículos circulavam apenas com o banco do motorista. Ainda foram emitidas 45 autuações por diversas infrações de trânsito. 

A polícia estima que atualmente 1.400 veículos possam estar sendo utilizados para a prática de contrabando e descaminho na região de Ponta Porã e trafegam diariamente por rodovias de Mato Grosso do Sul. 

Estes veículos também são flagrados constantemente no cometimento de infrações de trânsito, principalmente aquelas mais graves, colocando em risco a segurança de todos os usuários do trânsito rodoviário na região de fronteira. 

Além de rota para o contrabando e descaminho, a MS-164 é uma das rodovias com maior incidência em acidentes de trânsito em todo o Estado.

A operação policial contou com seis equipes policiais e dois guinchos para remoção dos veículos.

Felpuda


As definições no que se relaciona aos nomes para a disputa eleitoral vêm ocorrendo aqui e acolá. Pré-candidato que sonha comandar cidade o interior poderá deixar de ver o seu sonho realizado. É que o dito-cujo terá de enfrentar as lembranças de rumoroso caso que se tornou escândalo depois da denúncia de uma servidora. Há quem garanta que é só a campanha começar para a história ser contada capítulo por capítulo. Afe!