CAMPO GRANDE

Oficinas gratuitas de esporte e lazer começam nesta segunda-feira

São 49 modalidades esportivas oferecidas em parques e praças da Capital
18/01/2020 14:01 - GLAUCEA VACCARI


 

Prefeitura de Campo Grande, por meio da Fundação Municipal de Esportes (Funesp), retoma oficinas gratuitas de esporte e lazer em mais de 70 bairros da Capital nesta segunda-feira (20). Atividades são para crianças, adultos e idosos e para participar basta ir até um dos locais com roupa adequada para a prática de exercícios.

 São 49 modalidades esportivas oferecidas em parques e praças, como voleibol, basquete, futebol, natação, hidroginástica, ginástica rítmica, ginástica artística, ballet, beach tênis, funcional, corrida, pilates, ritmos, entre outros. Oficinas fazem parte do Projeto Movimenta Campo Grande.

De acordo com o diretor-presidente da Funesp, Rodrigo Terra, no ano passado, mais de 27 mil pessoas se inscreveram nas atividades e, por conta da grande procura, atendimento foi ampliado. "Crescemos muito em opções de atividade física e ampliamos também nossos horários nos parques, uma hora a mais para as pessoas se exercitarem, reduzir o sedentarismo e amenizar o estresse do cotidiano”, afirmou.

Quem tiver interesse, basta comparecer a uma das praças ou parques e se inscrever na modalidade de seu interesse. Não é cobrada nenhuma taxa.

Com os Parques Ayrton Senna, Jacques da Luz, Sóter e Guanandizão  em obras, as atividades podem ter mudanças no atendimento que acontecem nas salas sendo transferidos para as quadras durante o andamento das obras e revitalização dos espaços. Os locais e horários para a prática das atividades está disponível no site da Funesp

O lançamento oficial do calendário esportivo será no no dia 7 de fevereiro, a partir das 9h no Parque Ayrton Senna.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".