Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

INVESTIMENTOS

Obras no valor de R$ 4,7 mi vão
ajudar produtores e infraestrutura

Recursos foram aplicados em Água Clara, que também terá fábrica de MDF

18 SET 2017Por IZABELA JORNADA15h:40

Obras de pavimentação asfáltica, drenagem de águas pluviais, perfuração e ativação de poço tubular foram entregues hoje no município de Água Clara.

O valor total do investimento é de R$ 4,7 milhões e o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), presente na ocasião, disse que haverá nova licitação, no valor de R$ 3 milhões, para construção de duas pontes de concreto sobre o rio Bonito e o córrego Ribeirão dos Bois. 

Em média, 200 metros de rede de água foram interligados ao novo poço. O serviço foi executado pela Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) e o valor do investimento é de R$ 260 mil.  

O município ainda deve receber outras intervenções. Já foi autorizado o início da obra de implantação de outro poço tubular, com profundidade de 150 metros e vazão de 50 metros cúbicos. O valor destinado para esse empreendimento será de R$ 168 mil.

Com essas obras, o abastecimento de água no município deve ser melhorado.

Outra demanda na região é a melhoria da BR-262, que tem trecho degradado principalmente entre Água Clara e Três Lagoas. A recuperação da rodovia já está na pauta do Ministério dos Transportes. Em recente reunião em Brasília, o governador e representante da Fibria, de Três Lagoas, ressaltou também a necessidade de se construir uma terceira faixa por conta do grande fluxo de caminhões.

PONTES

A construção das pontes sobre o rio Bonito e Córrego Ribeirão dos Bois deve ser feita com recursos próprios do Estado e tentará melhorar vias utilizadas principalmente por produtores rurais.

Elas estão interligadas ao tráfego das rodovias estaduais MS-324 e 245. As pontes vão auxiliar principalmente produtores de algumas regiões.

POLO MOVELEIRO

Durante a visita, o governador, acompanhado da vice-governadora, Rose Modesto, do secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, e dos deputados Dagoberto Nogueira (federal), Beto Pereira e Eduardo Rocha (estaduais), visitou o canteiro de obras da fábrica de placas de fibra de madeira de média densidade (MDF) da Asperbras.

A unidade deverá ser completamente concluída no início de 2018, com investimentos de R$ 304,5 milhões e também concessão de incentivos do Estado.

“Junto com a Asperbras, não tenho dúvida, Água Clara se tornará um polo moveleiro, para gerar oportunidades de trabalho e renda à querida população dessa cidade”, opinou o governador.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também