Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

INVESTIMENTO

Obras a serem finalizadas em Campo Grande tem orçamento de R$ 54 milhões

Entre elas estão serviços já em andamento na Capital

8 DEZ 2018Por FÁBIO ORUÊ E DANIELLA ARRUDA16h:15

Prefeitura de Campo Grande tem previsão de entrega para seis obras em  2019, orçadas em R$ 54,2 milhões, de acordo com o Prefeito Marcos Trad (PSD). Na manhã de hoje (7), ele citou como “obra emblemática” a primeira etapa da revitalização da Avenida Ernesto Geisel, novas etapas do Reviva Centro, a revitalização do Teatro Municipal, reforma do Ginásio Guanandizão, conclusão da primeira etapa de pavimentação e drenagem do Nova Lima e recapeamento da rua Brilhante, além do macroanel viário.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Rudi Fiorese, no primeiro semestre do ano que vem, além da obra do macroanel, o recapeamento da rua Brilhante deve ser entregue. O trabalho, que também abrange a rua Guia Lopes, está sob responsabilidade do Exército e tem investimento de R$ 7 milhões.

Ainda de acordo com o secretário, o primeiro trecho em obras da avenida Ernesto Geisel, que vai da rua Santa Adélia à rua da Abolição, é orçada em R$ 14 milhões, de um total de R$ 52 milhões programados até 2020, somando três etapas.

Quanto à primeira etapa de pavimentação e drenagem no Nova Lima, o investimento para esta obra é de R$ 30 milhões. "Estamos iniciando a licitação da segunda etapa e também, dentro do Complexo Nova Lima, está em fase de liberação de contrato, para iniciar ainda neste ano, as obras de pavimentação e drenagem do Residencial José Tavares e Jardim Anache", informou Trad.

Conforme Fiorese, as obras do Reviva Centro estão adiantadas em relação ao cronograma oficial. Diante das festas de fim de ano e também do período chuvoso, dentro dos próximos 90 dias, não deverá haver abertura de novas frentes de trabalho. "São quatro quadras em que falta fazer a infraestrutura, enterrar os eletrodutos para instalar a fiação elétrica depois, e fazer drenagem. Mas só após o período de chuvas. Até lá, as equipes farão outros serviços, como por exemplo as calçadas", explicou.

Também está descartada interdição total de ruas, por longo intervalo de dias, durante esse período.

Para o Executivo Municipal, o trabalho já mostra resultados. "Ainda não está com acabamento, mas já deu outra vida (à região). A retirada dos camelôs, o que já foi feito deu espaço para as pessoas transitarem. As obras estão dentro do cronograma", comentou o prefeito.

Outra obra programada para o ano que vem é a reforma do Teatro Municipal José Octávio Guizzo. "No ano que vem, entregamos o Teatro Municipal, que está há 33 anos fechado", comentou Trad. Segundo dados da Sisep, os investimentos são de R$ 800 mil.

Em relação ao Guanandizão, a licitação para a obra, no valor de R$ 2,2 milhões, está em fase de conclusão e a assinatura do contrato deve ocorrer nos próximos dias, de acordo com o titular da Sisep.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também