ESTIAGEM

Número de queimadas aumenta<br> 65% e bombeiros reforçam atuação

Volume de incêndios em vegetação poderá ter alta nos próximos dias
28/06/2017 05:00 - DA REDAÇÃO


 

A estiagem prevista para os próximos dias em Mato Grosso do Sul pela meteorologia já deixa os bombeiros em alerta.

Em Campo Grande, o número de chamados à corporação para apagar incêndios em vegetação impressiona: foram 32 registros entre segunda-feira e ontem, sobretudo, se for considerado que, neste ano, o Corpo de Bombeiros atendeu a 354 ocorrências.

Outro indicativo de que este ano deve ter mais queimadas que no ano passado é o aumento na quantidade de ocorrências.

Na Capital, o número é 65% maior em comparação com o período entre 1º de janeiro e 27 de junho de 2016, quando foram atendidas pelos bombeiros 214 ocorrências de fogo em vegetação. 

Para evitar que essas queimadas causem danos ainda maiores à saúde da população e ao clima, o Corpo de Bombeiros reforçará, a partir deste fim de semana, o efetivo para atendimento exclusivo a incêndios florestais. A operação contará com 70 militares e 25 viaturas.  

*Leia reportagem, de Eduardo Miranda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".