BR-163

Tarifa fica mais cara em postos de pedágio de Mato Grosso do Sul

A taxa subiu R$ 0,50 no Estado, mas caiu R$ 0,10 em Mato Grosso
14/09/2017 09:54 - BÁRBARA CAVALCANTI


 

Já está valendo a nova tarifa do pedágio na BR-163. A CCR MS Via começa a cobrar a partir de hoje (14) de R$ 0,40 a R$ 0,50 a mais dos motoristas de carros que passarem por suas nove praças.  

O motorista que passar por todas as praças de pedágio da BR-163 em Mato Grosso do Sul pagará R$ 59,20, aumento de 6,8% em relação aos R$ 55,40 pagos até ontem.  

O aumento foi aprovado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), divulgado na edição da última segunda-feira do Diário Oficial da União.  

O acrescimento para Mato Grosso do Sul aconteceu uma semana depois da aprovação da redução de R$ 0,10 na tarifa cobrada na BR-163 em Mato Grosso. A medida atingiu todos os oito postos de pedágio da concessionária Rota do Oeste, que administra 850,9 quilômetros da rodovia no estado vizinho.

Conforme publicação, a ANTT alterou a Tarifa Básica de Pedágio quilométrica da BR-163 em Mato Grosso do Sul de R$ 0,05133 para R$ 0,05213. A resolução também aplicou o  Índice de Reajustamento Tarifário (IRT) de 1,40589 sobre a Tarifa Básica, que representa aumento de 2,71%, correspondente à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA).

CONFIRA ABAIXO AS MUDANÇAS NOS PREÇOS

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".