Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

FRONTEIRA

Mulher que assassinou marido a golpes
de machado ainda está foragida

Ela foi ameaçada de morte pela vítima horas antes, disse testemunha

20 OUT 2017Por MARIANE CHIANEZI15h:33

A Polícia Civil ainda procura pelo paradeiro de Abigail Vieira da Silva Resquin, de 27 anos, principal suspeita de matar o marido, Daniel Rodrigo Resquin, de 25 anos, a golpes de machado na quarta-feira (18), em Coronel Sapucaia. Ele foi encontrado por vizinho deitado na cama, completamente desfigurado e ensanguentado.

Em conversa com o Portal Correio do Estado, o delegado responsável pelo caso, Fabrício Dias dos Santos,  explicou que os investigadores ainda buscam por informações que indiquem onde Abigail está. “Por enquanto, não temos nenhuma novidade, ela ainda está foragida”, disse.

A arma do crime, machado usado pela suspeita, foi encontrado no quarto e apreendido pelos policiais. Os exames periciais ainda não estão prontos e irão indicar quantos golpes foram dados em Daniel.

O CASO

No dia do crime, Abigail comentou com o vizinho, este que encontrou o corpo, que mataria o companheiro, pois horas antes havia sido agredida e ameaçada de morte.

O homem, entretanto, não acreditou na afirmação da vizinha e pensou que “seria uma brincadeira”.

Poucas horas depois, a testemunha foi até a casa do casal e chamou pelos moradores, mas ninguém atendeu. Ele, então, entrou na casa e encontrou o corpo ensanguentado, sendo que o rosto de Daniel estava totalmente desfigurado. 

Leia Também