PONTA PORÃ

Mulher grávida é encontrada morta <br>a tiros em plantação de milho

Vítima estava sem documentos e ainda não foi identificada
16/06/2019 14:14 - GLAUCEA VACCARI


 

Uma mulher ainda não identificada e que estava grávida foi encontrada morta a tiros, no fim da manhã de hoje (16), ao lado de uma plantação de milho, em uma estrada vicinal de Ponta Porã.

Segundo o site Porã News, pessoas que passavam pelo local viram o corpo e acionaram a Polícia Militar.

Equipe foi ao local e constatou que a vítima foi assassinada há três ou quatro dias com quatro tiros de pistola 9 milímetros ou revólver calibre .38. Não foram encontradas cápsulas de munição na área onde foi encontrado o corpo.

Mulher estava sem documentos e, segundo a polícia, a mulher aparenta ter entre 17 a 20 anos e estava grávida. A suspeita é que ela foi levada para a estrada viva e executada no local.

Corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Porã, onde será feito exame necroscópico e ficará a espera de que algum familiar identifique a vítima.

Até a publicação desta reportagem, nenhum suspeito foi identificado e não há informações sobre as motivações para o crime, que será investigado pela Polícia Civil.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".