Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BRASIL

Mulher é baleada por ex-marido e finge estar morta para sobreviver: 'Parei de respirar'

24 AGO 19 - 21h:00DAS AGÊNCIAS

Uma mulher de 60 anos teve que se fingir de morta para sobreviver a uma tentativa de feminicídio na madrugada da última quinta-feira (22). O crime ocorreu na ERS-020, em Taquara, a 75 km de Porto Alegre. Logo após dar entrada no hospital, ela contou aos policiais que o autor dos disparos foi seu ex-marido.

"Foi meu ex-marido que atirou em mim. Eu fiz de conta que eu morri. Parei de respirar. Só respirei pela boca, bem fraquinho". A declaração foi gravada pelos policiais. Perguntada se o suspeito era o homem que a acompanhava, ela confirmou e deu o nome do ex aos policiais.

O homem, de 61 anos, foi preso em flagrante por suspeita de tentar matar a esposa e simular um assalto. Segundo a delegada que investiga o caso, o casal voltava de Porto Alegre em direção a Taquara, quando o homem parou o carro, na ERS-020, na ponte sobre o Rio dos Sinos, alegando problemas mecânicos.

Ele desceu, foi até a janela onde estava a mulher e disparou contra ela através do vidro. Usou uma luva para isso, segundo a vítima. De acordo com a delegada, foram entre seis e sete disparos, atingindo a vítima na perna, no ombro e no peito.

"Depois ele tentou me asfixiar por várias vezes. Eu pedi para ele me salvar e me trazer pro hospital, pelos nossos filhos. Ele, inclusive, olhou meu pulso. Daí foi quando ele me trouxe aqui para o hospital, porque achou que eu estava morta. Foi ele, eu vi. Ele é um psicopata".

Assalto simulado

O ex-marido informou aos policiais que havia sofrido uma tentativa de assalto, que os criminosos teriam disparado contra o carro e em seguida conseguiram fugir. O homem não quis prestar depoimento.

A delegada informou ainda que veículo é novo e de baixa quilometragem e assim dificilmente daria problema. A arma ainda não tinha sido encontrada até a noite de quinta, e o carro foi encaminhado para perícia.

De acordo com a mulher, no dia 4 de agosto ela registrou um boletim de ocorrência na delegacia sobre um suposto arrombamento da casa onde mora. "Quando eu cheguei em casa estava tudo revirado. Só faltava a arma que era dele. Eu fiz ocorrência e ele estava com a arma. Ele botou cerca elétrica em toda a casa. Ninguém entrou. Foi ele", contou a mulher à polícia.

De acordo com a delegada, o casal se separou em 2001, mas estava reatando o relacionamento havia um mês.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Gastos de deputados <br> passarão a ser divulgados
APÓS COMPRAR BEBIDA

Gastos de deputados
passarão a ser divulgados

Com R$ 84 milhões para receber, Agehab dá desconto a 11 mil inadimplentes
RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS

Com R$ 84 milhões para receber, Agehab dá desconto a 11 mil inadimplentes

Maníaco sexual já fez<br> seis vítimas, diz polícia
ESTUPRADOR EM SÉRIE

Maníaco sexual já fez seis vítimas, diz polícia

Inadimplentes poderão <br> renegociar dívidas com Agehab
DESCONTOS DE ATÉ 100%

Inadimplentes poderão
renegociar dívidas com Agehab

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião