Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Mulher é agredida depois de se recusar a ter relações sexuais com marido bêbado

Ela estava com filho no colo quando foi ferida com soco na boca
17/08/2017 10:11 - MARESSA MENDONÇA


Mulher de 35 anos foi agredida com soco no rosto na noite de ontem depois de se negar a ter relações sexuais com o marido, 39, embriagado. O caso aconteceu em residência de Brasilândia.

À polícia, ela contou que estava em casa com a filha no colo, quando o homem chegou bêbado e tentou manter relações sexuais com ela na frente da criança. Ela recusou e acabou apanhando do marido.

Vizinho do casal acionou o Conselho Tutelar e ela conseguiu deixar a residência com a filha para registrar boletim de ocorrência contra o agressor.

Ela disse ainda não ter mais interesse em se manter casada, mas sofre ameaças porque o marido não aceita a separação.

Ele vai responder por violência doméstica.

 

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?