Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Mulher de 34 anos é a 22ª vítima
de gripe em Campo Grande

No ano, Estado soma 59 mortes pela doença

21 AGO 19 - 17h:34GLAUCEA VACCARI

Mulher de 34 anos morreu vítima de gripe H1N1 no último domingo (18), em Campo Grande. Com este caso, a Capital soma 22 mortes pela doença no ano, enquanto no Estado o número de vítimas é de 59. Dados constam em boletim epidemiológico divulgado hoje (21) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

De janeiro até esta quarta-feira, Campo Grande é a cidade que concentra a maioria de mortes por gripe do Estado. Na sequência do ranking aparecem Três Lagoas, com seis casos, e Corumbá e Aquidauana, com quatro mortes cada.

Na última semana, além da confirmação de uma nova morte, foram notificados 36 casos de Influenza. No ano, são 1304 notificações.

Municípios que tem casos de morte pela doença no ano, além de Campo Grande, Três Lagoas, Corumbá e Aquidauana são Ponta Porã (3), Rio Verde de Mato Grosso (2), Dourados (2), Nioaque (2), Sidrolândia (2), Naviraí (2), Inocência (1), Porto Murtinho (1), Mundo Novo (1), Água Clara (1), Inocência (1), São Gabriel do Oeste (1), Ribas do Rio Pardo (1), Fátima do Sul (1), e Deodápolis (1) e Paraíso das Águas.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Adolescente é roubado e agredido no Parque do Sóter
ABANDONO E INSEGURANÇA

Adolescente é roubado e agredido no Parque do Sóter

Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA

Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies
VENDA DE VAGAS

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies

Pagamento de dívidas é principal destino para saque do FGTS
SAQUE DO FGTS

Sul-mato-grossense quer usar R$ 500 para reformas e viagens

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião