Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 21 de janeiro de 2019

VIOLÊNCIA

MS tem, pelo menos, dois casos
de estupro a cada 24h

Maioria dos crimes ocorre no interior do Estado

13 JAN 2019Por LUANA RODRIGUES18h:01

Nos primeiros 13 dias de 2019, foram registrado 26 casos de estupro em Mato Grosso do Sul. Os dados são do sistema de estatísticas online da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado e indicam, pelo menos, dois casos de estupro por dia. 

O sistema não indica detalhes dos crimes como, por exemplo, sexo das vítimas ou o local exato, mas mostra que a maioria ocorreu no interior do Estado, onde foram registrados 23 casos. Apenas três dos registros foram feitos na Capital.  

Um dos registros foi feito ontem, quando um homem de 50 anos foi preso depois de ser flagrado abusando da sobrinha de 32 anos, que é deficiente e necessita de cuidados especiais, nesta sexta-feira (11), em Corumbá. O flagrante foi feito por outra sobrinha, de 36 anos, que acionou a Polícia Militar (PM).

De acordo com o site Diário Corumbaense, a vítima foi encontrada sem roupas, junto ao homem que também estava pelado e tentou fugir diante do flagrante, mas foi contido por vizinhos.

Ao checar os dados pessoais do suspeito, a equipe de policiais também constatou no sistema de informações que havia um mandado de prisão contra o ele, mas não há informações sobre o motivo. O homem foi preso na 1ª Delegacia de Polícia Civil por estupro de vulnerável.

Já no dia 11, um homem de 20 anos foi preso no bairro Montanini, em Três Lagoas depois de perseguir e tentar estuprar duas mulheres. O suspeito teria perseguido as vítimas com uma faca para obriga-las a fazerem sexo oral, mas acabou cercado por moradores da região.

Já no primeiro dia do ano, um homem de 51 anos, que não teve o nome divulgado, foi preso após tentar estuprar a filha de 32 anos. O crime ocorreu na Vila Operária, em Nova Andradina.

Os policiais foram solicitados via 190 e no local confirmaram a tentativa de estupro. O suspeito fugiu antes da chegada dos militares, mas foi localizado em um terreno baldio após cerco policial. 

A vítima estava morando na casa do pai, desde que deixou o sistema penitenciário em São Paulo, há cerca de um ano. Segundo relato, o suspeito chegou exaltado na madrugada de ontem e começou a agarrá-la.

Durante o ataque, a mulher começou a gritar por socorro e vizinhos arrobaram a porta da casa para retirar a vítima. Por não ter outro lugar para ir com dois filhos, a mulher permaneceu na casa e à tarde passou a ser ofendida novamente. A PM foi acionada e o homem levado à delegacia.

2018 - No ano passado, a Polícia Civil registrou 1695 denúncias de estupro, 543 em Campo Grande e 1152 no interior, o que significa quase cinco casos por dia. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também