GÁS NATURAL

MS Gás faz análise e definirá reajuste somente em outubro

Governo autorizou reajuste de 7,65%
10/09/2015 17:00 - GABRIEL MAYMONE


 

A Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul (MSGÁS) emitiu nota informando que. mesmo com a autorização da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de MS (Agepan), não reajustou a tarifa do Gás Natural canalizado em 7,65%. A companhia de capital misto (governo do Estado (51%) e Petrobras (49%)) está avaliando impactos econômicos para, então, anunciar provavelmente na primeira quinzena de outubro a majoração dos preços diferenciados para os segmentos residencial, comercial, industrial e GNV.

Mesmo com nova tarifa prevista para outubro, o custo do gás natural canalizado continua atrativo após o anúncio do reajuste de 15% no preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), vendido em botijões de 13 quilos.

“Assim que o grupo técnico criado para avaliar índice de reajuste concluir o levantamento de custos, a MSGÁS fará a divulgação das novas tarifas no Diário Oficial do Estado e enviará informações à imprensa”, consta na nota.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".