Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ATÉ 2020

MS terá 35% das rodovias estaduais pavimentadas

Estado foi o que apresentou maior evolução no índice de rodovias estaduais pavimentadas

12 FEV 19 - 10h:24RENATA PRANDINI E YARIMA MECCHI

Mato Grosso do Sul deve ter 35% de suas rodovias estaduais pavimentadas até o ano de 2022. A estimativa é do estudo Desafio da Gestão Estadual 2018, elaborado pela consultora Macroplan. De acordo com o levantamento, Mato Grosso do Sul foi o estado brasileiro com o maior avanço na pavimentação de rodovias em uma década. Em 2007, o Estado contava somente com 11,7% das estradas pavimentadas.

Já em 2017, ano base do estudo, este índice saltou para 23,2% de pavimentação, o que equivale a um aumento de 11,5 pontos percentuais. “Permanecendo nesse ritmo, MS alcançará o índice de 35% de rodovias pavimentadas até 2022. Por outro lado, Paraná, São Paulo, Bahia, Maranhão e Rio Grande do Sul, caso continuem com a trajetória apresentada na última década, alcançarão em 2022 índices inferiores aos de 2007”, analisou a consultoria.

Com o resultado, o Estado saltou da 20ª posição para a 7ª posição em rodovias pavimentadas. Já em relação ao estado de conservação das rodovias, o Estado recua para a 11º posição. O levantamento apontou que 37,9% das rodovias estaduais estão em boas condições de tráfego, o que corresponde a um aumento de 17,6 pontos percentuais em relação a 2007, porém de queda de 8,6 pontos percentuais em comparação ao ano anterior.

Levantamento da Secretaria do Estado de Infraestrutura (Seinfra) apontou que, até o ano passado, Mato Grosso do Sul contava com 14,6 mil quilômetros de rodovias estaduais. Deste total, 4,1 mil quilômetros eram pavimentados, aproximadamente.  Este número, porém, deve crescer com o andamento de obras importantes, como na região do Pantanal.

ESCOAMENTO

De acordo com o vice-governador Murilo Zauith, que chefia a pasta de Infraestrutura no Estado, o governo deve lançar, no segundo semestre deste ano, projetos para aumentar a malha rodoviária pavimentada no Estado. O objetivo, explicou, é acompanhar as novas fronteiras agrícolas que estão se formando no Estado.

“Temos um olhar forte para o Pantanal para que haja condições de tráfego para a parte turística em qualquer período do ano. Também estamos abrindo novas fronteiras agrícolas no Estado. Economicamente, temos que dar viabilidade para o escoamento dessa produção com a construção de pontes e estradas. Então vamos trabalhar com três eixos principais: Pantanal, pontes de concreto e fronteira agrícola”, destacou.

A principal fonte de receita para esses projetos, explicou o vice-governador, continua sendo Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundersul). No ano passado, foram arrecadados R$ 550 milhões com o tributo. “Para este ano, temos que ver a nossa safra. Quantas carretas de grãos e quantos caminhões de boi vão passar pelas estradas. Estamos fazendo um levantamento para os próximos quatro anos”, destacou.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Jovem de 19 anos é preso <br> e multado por pesca ilegal
FLAGRANTE

Jovem de 19 anos é preso
e multado por pesca ilegal

Fiscais defendem gratificação de “produtividade” para aposentados
VERBA EXTRA SOB AMEAÇA

Fiscais defendem gratificação de “produtividade” para aposentados

Servidor público que praticar <br> crime terá aposentadoria cassada
VAI PARA SANÇÃO

Servidor público que praticar
crime terá aposentadoria cassada

Domingo amanhece quente <br> com possibilidade de chuva
35º

Domingo amanhece quente
com possibilidade de chuva

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião