LEI DE PESCA

MPF discute impacto da Cota Zero sobre pescadores artesanais

Evento acontece nesta segunda (08) em Campo Grande
07/07/2019 14:48 - DANIELLA ARRUDA


O Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso do Sul (MS) realiza nesta segunda-feira (08), na Escola Superior da Defensoria Pública em Campo Grande, audiência pública sobre o tema “Pesca no Mato Grosso do Sul: impactos na nova normativa estadual na atividade dos pescadores profissionais artesanais”.

O evento tem como objetivos ouvir as questões e demandas dos pescadores profissionais artesanais sobre a normativa de pesca vigente no estado de Mato Grosso do Sul, verificar os impactos decorrentes do novo regramento nas atividades de pesca artesanal e oportunizar a proposição de soluções, a fim de conciliar a sustentabilidade ambiental e o desenvolvimento econômico e social na atividade de pesca do Estado.

A ação do MPF está relacionada ao decreto nº 15.166, de 21 de fevereiro de 2019, que altera as resoluções sobre a pesca no Estado. Como principais mudanças, estabelece a redução de tamanho de pescados e redução de cota – e extinção, no ano de 2020 – para pesca amadora e esportiva.

Conforme o Ministério Público Federal, a audiência pública destina-se à coleta de elementos e informações, para avaliação das futuras medidas a serem adotadas a fim de diminuir eventuais impactos desproporcionais sobre essa atividade profissional.

Foram convidados para o evento o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MP/MS), o Ministério Público do Trabalho (MPT-MS), a Defensoria Pública do Estado (DPE), a Defensoria Pública da União (DPU), a Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul (OAB-MS), o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar do Estado de Mato Grosso do Sul, o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Polícia Militar Ambiental (PMA), dentre outras autoridades.

A audiência pública começa às 13h30 e a Escola Superior da Defensoria Pública fica situada na Rua Raul Pires Barbosa, nº 1519, Bairro Chácara Cachoeira. 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".