Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

no interior

MPE investiga denúncia de gastos
com publicidade em Maracaju

Para um fornecedor, governo municipal já pagou R$ 227 mil

19 SET 17 - 18h:18IZABELA JORNADA

Ministério Público Estadual (MPE) investiga denúncia de que Prefeitura de Maracaju gastou valores exorbitantes em publicidade neste ano, com concentração de valores para apenas uma empresa.

Nos primeiros oito meses de 2017 já foram pagos a um fornecedor o total de R$ 227.705,40. Ainda há um saldo a pagar neste ano de R$ 327.294,60.

De acordo com o MPE, dois inquéritos foram aberto. Por meio da assessoria de imprensa, foi divulgado que a promotora de Justiça Simone Almada Goes, titular da 1ª Promotoria de Maracaju, não falaria sobre a apuração em curso porque um dos inquéritos está sob sigilo, enquanto o outro ela ainda analisa todos os contratos de publicidade da prefeitura.

Após a denúncia apresentada ao MPE, o órgão pediu que a prefeitura publicasse, no site de Transparência do município, o nome dos veículos de comunicação que prestam serviço ao governo municipal. Também apresentasse no site o valor aos quais os mesmos recebem como forma de prestar contas à população.

Por meio de consulta feita hoje, consta um total gasto nos primeiros oito meses deste ano de mais de R$ 227 mil pagos por publicidade para a Comuniart Comunicação & Marketing Ltda - EPP. 

A empresa foi a que mais recebeu recursos como forma de divulgação e publicação de atos oficiais do município. Outras despesas na mesma área foram feitas com valores menores para fornecedores como a Imprensa Nacional (R$ 4.325,93), Agência Estadual de Imprensa Oficial (R$ 54,72), MM Tecnologia & Capacitação Ltda-ME (R$ 7,5 mil) e Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (R$ 1.443,24).

A reportagem fez contato com o secretário de Planejamento e Fazenda, Lenilson Carvalho Antunes, para verificar a regularidade dos contratos. O titular da pasta resumiu-se em dizer que não poderia comentar a investigação. "Não posso falar nada. Procure a assessoria jurídica", disse.

Apesar das cinco tentativas em tentar falar no setor jurídico da Prefeitura de Maracaju, não foi possível contato com o responsável, Pedro Rafael Ribeiro Pessatto.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

OAB recomenda que Assembleia siga trâmite da PEC da reforma da Previdência
MATO GROSSO DO SUL

OAB recomenda que Alems siga trâmite da reforma da Previdência

Homem morre após ser atropelado e motorista foge em cidade de MS
INTERIOR

Homem morre após ser atropelado e motorista foge

De 79 municípios de MS, 74 enfrentam epidemia de dengue
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

De 79 municípios de MS, 74 enfrentam epidemia de dengue

Mega-Sena pode pagar hoje R$ 31 milhões
LOTERIA

Mega-Sena pode pagar hoje R$ 31 milhões

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião