Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

JARDIM LEBLON

Motoqueiro avança preferencial e morre ao bater na lateral de ônibus

Passageiros do ônibus não ficaram feridos

18 AGO 19 - 10h:03FÁBIO ORUÊ E VALDENIR REZENDE

Motoqueiro de 21 anos morreu na manhã deste domingo (18), no cruzamento da Rua Clineu da Costa Moraes com a Rua Tupi, no Jardim Leblon, em Campo Grande. Segundo informações da Polícia Militar, ele foi identificado como Natan Aparecido Fernandes.

Conforme apurado pelo Correio do Estado, o ônibus circular seguia pela Clineu da Costa quando a vítima fatal, em uma moto Yamaha XJ6 600 cilindrada, que vinha na Rua Tupi, não respeitou a placa de pare e bateu na lateral esquerda do transporte público, bem ao lado de onde fica o motorista no veículo. O acidente aconteceu por volta de 8h50. 

A vítima morreu antes que pudesse ser socorrida. Os passageiros do ônibus não sofreram ferimentos, somente o motorista, de 52 anos, precisou de atendimento médico devido ao nervosismo. 

Ao chegar no local e encontrar o filho morto, a mãe da vítima também passou mal e precisou ser socorrida. Ela foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento do Leblon. Segundo informações, a mulher perdeu o marido há dois meses e hoje, o único filho. 

* Matéria alterada às 10:40 para acréscimo de informação

 

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Avião será usado em combate a incêndio que se alastra no Pantanal
REFORÇO DE PESO

Avião ajudará no combate a incêndio que se alastra no Pantanal

Névoa acinzentada encobre céu e interfere no pôr do sol
CAMPO GRANDE

Névoa acinzentada encobre céu e interfere no pôr do sol

Notificações de sarampo em MS aumentaram 42% em uma semana
SURTO ATIVO

Notificações de sarampo aumentam 42% em MS

Prefeitura muda programa e poderá contratar 2,4 mil trabalhadores
CAMPO GRANDE

Prefeitura muda programa e poderá contratar 2,4 mil

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião