Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

Acerto de contas

Motociclista executa homem com
30 tiros na fronteira com o Paraguai

Crime pode ter ligação com o tráfico de drogas, já que a vítima era usuária

19 OUT 2017Por RENAN NUCCI06h:42

Motociclista ainda não identificado executou, com aproximadamente 30 tiros, Carlos Eduardo Oliveira Miranda, de 26 anos. O crime aconteceu na noite de ontem, no centro de Paranhos, na região de fronteira com o Paraguai. A vítima estava em uma rede na varanda de casa quando foi surpreendida pelo autor, que se aproximou perguntando endereço. Não é descartada suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas.

Conforme boletim de ocorrência, a primeira equipe a chegar no local foi a Polícia Militar, por volta das 20h30. Os militares faziam rondas pela cidade que estava sem energia e havia risco maior de delitos, quando foram alertados por testemunhas sobre a ocorrência de disparos de arma de fogo na Rua Frutuoso Silveira da Cunha.

Chegando ao endereço informado, os PMs perceberam aglomeração de pessoas e encontraram Carlos Eduardo morto na varanda da casa. O pai relatou que o filho estava deitado na rede, quando um desconhecido chegou de moto, perguntou onde morava um homem identificado apenas como Bruno e, em seguida, começou a atirar. A vítima não teve tempo de se defender e morreu no local.

De acordo com a Polícia Civil, foram apreendidos 16 projéteis calibre nove milímetros da marca Lugger e 14 de calibre 380, usados com frequência por pistoleiros em acerto de contas do crime organizado na fronteira. Segundo familiares, Carlos Eduardo seria usuário de drogas e pode ter sido alvo de acerto de conta do tráfico, embora nunca tenha relatado sofrer ameaças.

Leia Também