NAVIRAÍ

Motociclista mata pedestre que <br>atravessava avenida

Claudio Azevedo teve perfuração no abdômen e traumatismo craniano
17/07/2017 16:32 - MARIANE CHIANEZI


 

Claudio da Silva Azevedo, de 48 anos, morreu depois de ser atropelado por motociclista, de 22 anos, no final da tarde de ontem (16), na Avenida Bataiporã, em Naviraí. Vítima foi socorrida, mas morreu na Santa Casa da cidade.

De acordo com o Tá Na Mídia Naviraí, Claudio atravessava a rua quando foi surpreendido pelo condutor da moto, modelo Honda Twister.

Equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros foram acionados. Motociclista e atropelado foram levados para a unidade de saúde.

Claúdio sofreu fratura no braço esquerdo, perfuração no abdômen e traumatismo craniado, não resistindo aos ferimentos. Já o condutor do veículo teve ferimento nos lábios e diversas escoriações pelo corpo. O capacete rachou com o choque.

Polícia Militar constatou que o motociclista não portava a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e nem a documentação da moto. Ele responderá por homicídio culposo na direção de veículo automotor.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".