Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 14 de dezembro de 2018

NO TIRADENTES

Morador do Cetremi é espancado com caibro por não ter dinheiro

Trio não gostou da negativa da vítima ao pedirem sua grana

8 DEZ 2018Por RAFAEL RIBEIRO18h:45

Três homens, de 38,35 e 33 anos, foram presos pela Polícia Municipal, a antiga Guarda Civil Metropolitana, na tarde deste sábado (8), após espancarem um morador do Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante (Cetremi) após ele se recusar a dar dinheiro pedido por eles.

O crime ocorreu pela manhã, por volta das 8h. Segundo a polícia, a vítima saía do Cetremi quando foi aboradada pelo trio. Eles pediram dinheiro, o que foi recusado pelo homem não porque nao queria. Mas porque nao tinha mesmo. O Correio do Estado apurou que trata-se de um colhedor de latinhas e que apenas iniciaria seu dia de trabalho.

Nao houve, contudo, nenhum tipo de comoção nos colegas de internato. Com a recusa, tiraram um pedaço de caibro de dentro da mochila que carregavam e começaram a espancar a pobre vítima, que voltou chorando e sagrando muito para pedir ajuda os funcionários do Cetremi.

Acionada, a ex-GCM passou a fazer rondas pela regiao do internato, no bairro Tiradentes, região leste de Campo Grande, até que suspeitou de três homens que estavam de espreita no Pontilhao da saída para Três Lagoas, próximo do Cetremi. O caibro, ainda sujo de sangue, estava na mochila, confirmando a autoria.

O caso foi registrado na delegacia de plantão do Centro como tentativa de roubo qualificado. A vítima passou por atendimento médico em um pronto-socorro e passa bem, segundo funcionário do Cetremi.  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também