Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

EDUCAÇÃO

HU de Dourados recebe verba federal
insuficiente para concluir obras

Ministro da Educação veio a MS para anunciar a liberação parcial de recursos

21 AGO 2017Por IZABELA JORNADA E LUCIA MOREL16h:30

Investimentos federais advindos do Ministério da Educação para Mato Grosso do Sul devem totalizar R$ 58,7 milhões, revelou o ministro José Mendonça Bezerra Filho, que está em visita no Estado.

Os recursos são para o programa  do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), além de dinheiro usado em obras em escola municipal na Capital em unidade técnica em Dourados e na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Desse valor de R$ 58,7 milhões, R$ 34 milhões serão para a ampliação do Hospital Universitário de Dourados. Apesar disso, o montante ainda não será suficiente para concluir a obra e será preciso mais R$ 16 milhões, que não estão garantidos.

O ministro da educação primeiro veio à Capital para participar da fundação, instalação e posse do Conselho de Reitores das Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso do Sul (Crie) e também assinou a liberação dos recursos.

Além dos R$ 38 milhões, outros valores serão liberados pelo governo federal. "Vamos angariar recursos para terminar as outras obras inacabadas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), que totalizam mais de R$ 27 milhões", disse o reitor da UFMS, Marcelo Turine.

A visita de Mendonça Filho foi para atender uma negociação feita pelo senador Pedro Chaves (PSC) que envolvia a presença dele no Estado.

O ministro ainda participou da inauguração simbólica do Laboratório de Tecnologia e Processamento de Carne (Labcarne) e da ampliação do refeitório da UFMS, bem como do Centro Técnico de Professores de Campo Grande, também na UFMS.

"Acabamos de autorizar valores que serão destinados à Universidade Federal do MS, e o reitor já elencou as prioridades, pois faltam oito obras para serem finalizadas", disse o ministro.

Ainda na Capital, o ministro participou da inauguração do Centro de Educação Infantil (Ceinf) do bairro Tijuca II. Logo após o almoço, em Dourados, Mendonça Filho vai à inauguração de obras no Hospital Universitário daquela cidade.

Entre as obras está a criação do Hospital da Criança e a aquisição de novos equipamentos. Além dos R$ 33 milhões, a conclusão da obra no HU de Dourados ainda depende de mais R$17 milhões, que precisam ser angariados.

PAR

A presença do ministro no Estado também serviu para tratativas do governo do Estado em ampliar parceria para o Plano de Ações Articuladas (PAR). A proposta envolve implantação das escolas em tempo integral.

"Pedimos a ampliação. Temos dez escolas de tempo integral e queremos mais", disse o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que participou da agenda. O ministro não deu posicionamento sobre a possibilidade de ampliação.

Como em Dourados a Escola Técnica Profissionalizante, que disponibilizará 1,2 mil vagas, teve recursos da União, o Mendonça Filho fará inauguração hoje. "Essa escola também tem recursos do MEC (Ministério da Educação) e com a inauguração vamos agregar empregos para o Estado", opinou o governador.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também