Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

EDUCAÇÃO

HU de Dourados recebe verba federal
insuficiente para concluir obras

Ministro da Educação veio a MS para anunciar a liberação parcial de recursos

21 AGO 17 - 16h:30IZABELA JORNADA E LUCIA MOREL

Investimentos federais advindos do Ministério da Educação para Mato Grosso do Sul devem totalizar R$ 58,7 milhões, revelou o ministro José Mendonça Bezerra Filho, que está em visita no Estado.

Os recursos são para o programa  do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), além de dinheiro usado em obras em escola municipal na Capital em unidade técnica em Dourados e na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Desse valor de R$ 58,7 milhões, R$ 34 milhões serão para a ampliação do Hospital Universitário de Dourados. Apesar disso, o montante ainda não será suficiente para concluir a obra e será preciso mais R$ 16 milhões, que não estão garantidos.

O ministro da educação primeiro veio à Capital para participar da fundação, instalação e posse do Conselho de Reitores das Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso do Sul (Crie) e também assinou a liberação dos recursos.

Além dos R$ 38 milhões, outros valores serão liberados pelo governo federal. "Vamos angariar recursos para terminar as outras obras inacabadas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), que totalizam mais de R$ 27 milhões", disse o reitor da UFMS, Marcelo Turine.

A visita de Mendonça Filho foi para atender uma negociação feita pelo senador Pedro Chaves (PSC) que envolvia a presença dele no Estado.

O ministro ainda participou da inauguração simbólica do Laboratório de Tecnologia e Processamento de Carne (Labcarne) e da ampliação do refeitório da UFMS, bem como do Centro Técnico de Professores de Campo Grande, também na UFMS.

"Acabamos de autorizar valores que serão destinados à Universidade Federal do MS, e o reitor já elencou as prioridades, pois faltam oito obras para serem finalizadas", disse o ministro.

Ainda na Capital, o ministro participou da inauguração do Centro de Educação Infantil (Ceinf) do bairro Tijuca II. Logo após o almoço, em Dourados, Mendonça Filho vai à inauguração de obras no Hospital Universitário daquela cidade.

Entre as obras está a criação do Hospital da Criança e a aquisição de novos equipamentos. Além dos R$ 33 milhões, a conclusão da obra no HU de Dourados ainda depende de mais R$17 milhões, que precisam ser angariados.

PAR

A presença do ministro no Estado também serviu para tratativas do governo do Estado em ampliar parceria para o Plano de Ações Articuladas (PAR). A proposta envolve implantação das escolas em tempo integral.

"Pedimos a ampliação. Temos dez escolas de tempo integral e queremos mais", disse o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que participou da agenda. O ministro não deu posicionamento sobre a possibilidade de ampliação.

Como em Dourados a Escola Técnica Profissionalizante, que disponibilizará 1,2 mil vagas, teve recursos da União, o Mendonça Filho fará inauguração hoje. "Essa escola também tem recursos do MEC (Ministério da Educação) e com a inauguração vamos agregar empregos para o Estado", opinou o governador.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Pai que atirou em filho diz que intenção era assustar o rapaz
EM DEPOIMENTO

Pai que atirou em filho diz que intenção era assustar o rapaz

Concentração química de falsificados é 600% maior que o permitido
AGROTÓXICOS FRONTEIRA

Concentração química de falsificados é 600% maior

Corregedoria investiga participação de mais policiais em furto de cocaína
101 QUILOS

Mais policiais podem ter participado de furto de droga

Criança morre após ser atingida por pilar que sustentava rede
TRAGÉDIA

Criança morre após ser atingida por pilar de concreto

Mais Lidas