Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BONITO

Ministério Público vai investigar irregularidades em nascente do Rio Perdido

Denúncia aponta que ameaça pode estar em atividades rurais da região

21 MAI 19 - 15h:15BRUNA AQUINO E LUANA RODRIGUES

O Ministério Público Estadual (MPE) por meio da  2ª promotoria de justiça do município de Bonito instaurou inquérito no dia 13 de maio para apurar irregularidades ambientais na região de banhado e nascente do Rio Perdido, que corta pelo menos três cidades do Estado, mas nasce em duas fazendas da região de Bonito - Princesinha e Baia das Garças.

Conforme já publicado pelo Correio do Estado, a denúncia veio através de laudo do Instituto Homem Pantaneiro (IHP) que identificou drenos nas nascentes do rio, ação que pode  estar ligada a atividade agropecuária da região e pode resultar no assoreamento e até sumiço do flume. No dia 11 de abril deste ano, equipe do instituto sobrevoou o local e constatou as irregularidades dentro dos limites do município.

De acordo com inquérito que será acompanhado pelo promotor de justiça, Luciano Furtado Loubet, o MP vai realizar todo um trabalho de investigação através da coleta de informações, depoimentos certidões, perícias e outras diligências a fim de dar ajuizamento de ação ou arquivamento se for o caso.

Segundo inquérito, já foi feito o pedido para a realização de perícia técnica na região do banhado e nascente do Rio Perdido, a ser realizada preferencialmente pelo Professor e Pesquisador Arnildo Pott.

A Lei Federal n. 12.651/2012 (Novo Código Florestal) estabelece que a propriedade deve ser utilizada com limitações a fim de atingir sua função social e preservação do meio ambiente.

Foram notificadas da ação os órgãos e entidades envolvidas como o Cartório de Registro de Imóveis de Porto Murtinho, para que junte a matrícula atualizada da Fazenda Baia das Garças, a Polícia Militar Ambiental (PMA) e o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) e o diretor do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, local onde abriga parte do rio.

SOBRE O RIO
Localizado no Parque Nacional, que possui 76.481 hectares de extensão e foi transformado em área de utilidade pública pelo Decreto de Criação, o Rio Perdido escorre no fragmento sul do parque enquanto que o Rio Salobra no fragmento norte. Como na maior parte dos cursos de água da Serra, esses rios apresentam águas muito límpidas, devido à ação das águas da chuva sobre as rochas existentes na região.

Alguns trechos do rio Perdido são subterrâneos e os pontos onde as águas adentram cavidades ou saem destas (denominados sumidouros e ressurgências, respectivamente) podem apresentar grande beleza cênica, como é o caso do sumidouro presente na área de onde se localizava a fazenda Boqueirão.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Polícia investiga se morte de bebê de 7 meses foi por maus-tratos
CASAL PRESO

Polícia investiga se bebê de 7 meses morreu por maus-tratos

BRASIL

SP: casal é preso por suspeita de manter mulher em cativeiro durante 20 anos

Médicos que faziam dupla jornada devem devolver R$ 300 mil
IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Médicos devem devolver
R$ 300 mil por dupla jornada

Após perseguição, homem é preso com 292 quilos de maconha
NOVA ANDRADINA

Após perseguição, homem é preso com 292 kg de maconha

Mais Lidas