Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

RECORDE

Mês de julho teve maior frio registrado
na Capital desde 2013

Mínimas foram registradas pela manhã e sensação térmica chegou a -9º C

18 JUL 2017Por MARIANE CHIANEZI18h:02

O mês de julho em Campo Grande foi o mais gelado dos últimos quatro anos. Mínimas entre 2013 e 2016 foram de 4,5º C a 7º C, e na manhã de hoje, termômetros registraram 3º C, com sensações térmicas que chegaram a -9º C.

Conforme o meteorologista Natálio Abraão, das 4h da madrugada até às 8h, clima ficou registrando 4ºC, chegando a 3º C às 6h, aumentando gradativamente. Termômetros registram 12ºC nesta tarde e clima promete cair no fim da tarde.

Na Vila Popular, às 8h, foi registrada mínima de 4,3º C e sensação térmica de -9º C. Já quem frequentou a Uniderp Agrárias e o Aeroporto Internacional nesta manhã, teve que suportar o forte frio de 3º C e sensação de -8º C entre as 5h e 7h.

Em Dourados, pela manhã houve registro de 1º C com geada. A máxima apontou temperatura de 23º C. Em Corumbá, localizada no Pantanal e conhecida pelas altas temperaturas, amanheceu com termômetros marcando 9º C.

No Sul do Estado, nas cidades de Ponta Porã, Amambai, Sete Quedas e Mundo Novo, teve geada e o frio chegou a 0º C.

PREVISÃO

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), frio deve pairar sob Mato Grosso do Sul até, pelo menos, semana que vem. Amanhã (19), região Sul do Estado deve registrar mínima de -1º C e máxima não deve passar dos 23ºC.

Tempo seco também gera alerta à população, pois baixa umidade do ar chega a 30%.

 
  • Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado
  • Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado
  • Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado
  • Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado
  • Foto: Paulo Ribas/Correio do Estado
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também