Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 24 de setembro de 2018

Em investigação

Menino encontrado morto em telhado foi vítima de homicídio, diz delegado

Delegado também não descarta que ele tenha sido vítima de abuso sexual

13 MAR 2018Por GLAUCEA VACCARI14h:20

Vitor Figueiredo Rodrigues Peixin, 10 anos, encontrado morto no telhado de uma residência na manhã de hoje em Nova Andradina, foi vítima de homicídio, segundo a Polícia Civil. Menino estava nu e polícia não descarta que ele também tenha sido vítima de violência sexual.

Em entrevista ao site Nova News, delegado regional de Nova Andradina, André Luiz Novelli, afirmou que no local onde o menino foi encontrado houve a coleta de muitos vestígios que apontam que houve crime.

“Estamos com equipes a campo trabalhando para descobrir a autoria deste crime, que para nós já evidenciou que ele foi vítima de homicídio. O local onde foi achado do seu corpo nos deixa isso muito claro”, disse o delegado regional.

Novelli não detalhou quais circunstâncias foram encontradas que apontam para o assassinato, como se o corpo tinha marcas de violência, por exemplo. O que se sabe é que a criança estava nua e, por este motivo, também é investigada a hipótese de que ele tenha sofrido violência sexual.

“Encaminhamos o corpo para o IML [Instutito de Medicina Legal] de Nova Andradina e ele está sendo submetido a exame necroscópico. Só podemos afirmar se houve algum abuso sexual ou não após esse exame, mas não descartamos essa hipótese”, explicou Novelli.

Ainda conforme o delegado, a dinâmica do local aponta que o menino pode ter sido assassinado em outro local e o corpo colocado posteriormente no telhado.

Desde o desaparecimento do menino, no domingo, polícia já está ouvindo testemunhas e continuará colhendo depoimentos para encontrar suspeitos e a motivação para o crime, além de aguardar laudos do exame necróscópico e da perícia feita no local.

“A Polícia Civil tem em sua missão elucidar a autoria, então obviamente nós temos a suspeita, mas seria muito precoce dizer que tem alguém específico, até para não atrapalhar a investigação criminal”, ponderou.

O CASO

Peixin estava desaparecido dese o domingo e na manhã de hoje foi encontrado no telhado de uma residência localizada no Bairro Argemiro Ortega, perto da casa dele.

A moradora estranhou o cheiro forte vindo do teto e pediu para que um adolescente de 15 anos subisse no telhado para verificar do que se tratava, oportunidade em que encontrou o corpo do garoto perto da antena parabólica. A mulher que reside no local afirmou ter viajado para Dourados no final de semana, deixando a casa sozinha.

O menino foi visto pela última vez na manhã de domingo e mobilizou buscas por matas, bairros e córregos da região, com apoio do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também