Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SOLIDARIEDADE

Mega 94FM doa venda de publicidade para Brumadinho

Mega 94FM doa venda de publicidade para Brumadinho
12/02/2019 16:00 - PAULA MACIULEVICIUS BRASIL


A rádio Mega94 FM cumpriu a promessa feita aos ouvintes e doou parte das vendas da publicidade feitas entre os dias 28 de janeiro e 1 de fevereiro para Brumadinho, cidade mineira atingida pela tragédia do rompimento da barragem da Vale.

A iniciativa partiu do diretor da Mega, Marcelo Alves Rodrigues. "Fizemos para ajudar, 10% das vendas que a rádio fez, doamos para Brumadinho", conta. O valor totalizou R$ 6.350,00 e foi depositado no último dia 5, para a conta que a Caixa Econômica disponibilizou para doações "Juntos por Brumadinho". 

Durante os dias de campanha, os locutores da Mega falavam a todo momento sobre a ideia nos programas e também nas redes sociais o que levantou comentários positivos por parte dos ouvintes. "Mais do que música, ações como essa tocam o coração", comentou João Lucas. "Isso aí! Se todas as rádios fizessem isso...", completou Elson Souza Silva na página do Facebook da Mega. 

Locutor há 36 anos, Reinaldo Ayala comenta o quão impactado ficou, assim como todo o Brasil. "Foi uma iniciativa sábia da diretoria da Mega 94, se cada um de nós brasileiros fizéssemos algo, assumíssemos essa responsabilidade para com o próximo, as coisas estariam bem melhores", diz. 

O feedback dos ouvintes foi imediato tanto nas participações da rádio quanto nas redes sociais. "Fomos a única emissora a ter essa iniciativa louvável de pronto".
 

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!