Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ATO INFRACIONAL

Mato Grosso do Sul tem 266 adolescentes
infratores internados em UNEIs

Deste total, 206 tem sentença judicial definitiva e seis são provisórios

12 NOV 18 - 17h:16GLAUCEA VACCARI, COM AGÊNCIA BRASIL

Mato Grosso do Sul tem 266 adolescentes infratores privados de liberdade, internados nos dez estabelecimentos socioeducativos do Estado, acusados de terem praticados algum ato infracional. É o que aponta pesquisa do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carceráro e Das Medidas Socioeducativas Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgada hoje.

Do total de adolescentes internados no Estado, 60 são internações provisórias, de no máximo 45 dias, e o restante são de infratores internados com sentença judicial definitiva. Entre as mulheres, são 15 internadas, sendo 11 por sentença e quatro provisórias. 

O resultado não leva em conta casos de crianças e adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em liberdade assistida, em regime de semiliberdade ou a quem a Justiça impôs a obrigação de prestar serviços à comunidade. 

Estatudo da Criança e do Adolescente

Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), um jovem em conflito com a lei só deve ser privado da liberdade quando cometer ato infracional mediante grave ameaça ou violência à pessoa; reincidir em infrações graves ou descumprir “reiterada e injustificavelmente” medidas impostas anteriormente. A privação de liberdade deve estar sujeita aos princípios da brevidade, excepcionalidade e do “respeito à condição peculiar de pessoa em desenvolvimento”.

Legalmente, o adolescente infrator pode ficar internado em unidades especializadas, aguardando decisão judicial, por, no máximo, 45 dias. Durante esse tempo, deve passar por duas audiências. Nessa fase de internação, o jovem pode receber visitas dos pais ou responsáveis.

PAÍS

Conforme a pesquisa, no Brasil, há cerca de 22.640 jovens internados em um dos 461 estabelecimentos socioeducativos existentes. Destes, 3.921 são internos provisórios, ou seja 17% do total tiveram a liberdade privada sem uma sentença judicial definitiva.

O levantamento revela ainda que São Paulo é a unidade da federação com mais adolescentes internados, com 8.085. Em seguida vem o Rio de Janeiro (1.684); Minas Gerais (1.537), Pernambuco (1.345), Rio Grande do Sul (1.223) e Ceará (1.173).

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Educação de MS é a nona melhor País em competitividade
RANKING NACIONAL

Educação de MS é a nona melhor País em competitividade

MEC divulga horário de provas do Enem em cada estado
EVITE ATRASO

MEC divulga horário de provas do Enem em cada estado

Crise do PSL trava projeto de reforma do Hotel Campo Grande, diz prefeito
PARADO

Crise do PSL trava projeto de reforma de hotel, diz prefeito

Prefeitura entrega novos ônibus e garante reforma de terminais em novembro
MAIS 20 VEÍCULOS

Prefeitura entrega novos ônibus e garante reforma de terminais em novembro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião