Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

LGBT

Mato Grosso do Sul cria Subsecretaria LGBT

O titular da pasta foi empossado ontem, na Governadoria

10 JUN 17 - 09h:30Izabela Jornada

Estado de Mato Grosso do Sul, a partir de agora, passa a ter Subsecretaria de Políticas Públicas Para Promoção Lésbicas, Gays, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT). O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), criou a pasta durante a reforma administrativa que aconteceu no primeiro trimestre deste ano e ontem, na Governadoria, empossou o primeiro titular da subsecretaria, Frank Rossatte da Cunha.

A pasta está vinculada à Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania (SECC).

Mesmo em meio a críticas, Azambuja destacou a importância de combater o preconceito. “Fui abordado por muitas pessoas que criminalizaram essa decisão de Estado que tomamos, mas também recebi elogios do Brasil inteiro, manifestadas no Facebook”, disse o governador. 

Segundo informações do Governo, Campo Grande é a primeira cidade do Brasil a criar subsecretaria para grupo LGBT.

Entidades representativas de vários grupos e etnias, inclusive de vertentes religiosas, como candomblé e umbanda, participaram da solenidade de posse de Frank.

Governador declarou que a missão da subsecretaria será de construir uma política de acolhimento e respeito à diversidade no combate à homofobia e de promoção da cidadania LGBT. “Uma política não de governo, mas de Estado, que possa, efetivamente, ser duradoura e dar exemplo a um País de tantos contrastes”.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Empresa terá 30 dias para implantar cobertura de vidro no Aquário
OBRA

Aquário terá cobertura de vidro em até 30 dias

BRASIL

Assalto a empresa de valores interdita rodovia e causa caos em Viracopos

BRASIL

Pagamento de bolsas do CNPq está garantido este ano, diz governo

BRASIL

Comissão da Câmara aprova R$ 600 milhões para a Capes em 2020

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião