Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SAÚDE PÚBLICA

Mandetta libera R$ 3,8 milhões para hospitais universitários de MS

Recursos podem ser para comprar medicamentos e insumos

24 OUT 19 - 17h:51ADRIEL MATTOS

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), autorizou a liberação de R$ 79,5 milhões para custear todos os hospitais universitários federais do Brasil. Para Mato Grosso do Sul, serão enviados R$ 3,8 milhões para as unidades de Campo Grande e Dourados, conforme portaria publicada na edição desta quinta-feira (24) no Diário Oficial da União.

Esses recursos, que são do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), podem ser aplicados na compra de medicamentos, materiais médico-hospitalares, produtos para a saúde, insumos e serviços essenciais; com o objetivo de dar condições necessárias às unidades de oferecer atendimento de qualidade e proporcionar uma formação mais qualificada para profissionais da área de saúde.

O Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap-UFMS), em Campo Grande, vai receber R$ 1,9 milhão. Já o Hospital Universitário da Grande Dourados (HU-UFGD), na cidade homônima localizada no sul do estado, contará com R$ 1,8 milhão. Segundo a publicação, os recursos serão liberados após a comprovação da liquidação dos empenhos emitidos à conta dos créditos descentralizados, de forma a não comprometer o fluxo de caixa do Fundo Nacional de Saúde.

De acordo com o gerente administrativo do Humap-UFMS, Carlos Alberto Coimbra, a verba de custeio do Rehuf é utilizada para manter os estoques da unidade. “O custeio tem ajudado no abastecimento de materiais médicos, produtos para áreas especializadas, órteses, próteses e materiais especiais de forma a manter as atividades essenciais de assistência e educação, visto que o hospital é referência para o atendimento de urgência, emergência, alta complexidade e diversas especialidades na região”, ressaltou.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Falência da Santa Casa é questão <br>de tempo, diz Câmara
INVESTIGAÇÃO

Falência da Santa Casa é questão
de tempo, diz Câmara

Inmet alerta para pancadas de chuva em parte de MS
TEMPO

Inmet alerta para pancadas de chuva em parte de MS

Família tradicional de Ponta Porã ajudou na fuga de doleiro
LAVA JATO NO PARAGUAI

Família tradicional de Ponta Porã ajudou na fuga de doleiro

Cidade do Natal será aberta em dezembro com shows e roda gigante
CAMPO GRANDE

Cidade do Natal será aberta em dezembro com shows e roda gigante

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião