Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Mais de 7 mil eleitores voltam às urnas hoje para escolher novo prefeito em Tacuru

Eleição suplementar ocorre porque chapa eleita em 2016 teve registro indeferido

4 JUN 2017Por GLAUCEA VACCARI08h:30

Os mais de sete mil eleitores do município sul-mato-grossense de Tacuru retornarão às urnas hoje, para escolherem novo prefeito e vice-prefeito da cidade. Novo pleito será realizado porque chapa mais votada nas eleições municipais do ano passado teve o registro negado pela Justiça Eleitoral.

Dois candidatos disputam a prefeitura de Tacuru. São eles: o ex-presidente da Câmara de Vereadores e prefeito interino do município, Paulo Sérgio de Lopes Mello (PP) e Carlos Alberto Pelegrini (PMDB).

No pleito de 2016, Claudio Rocha Barcelos (PR) e Adailton de Oliveira, candidatos a prefeito e vice, respectivamente, obtiveram o maior número de votos. No entanto, chapa concorreu com o pedido de registro de candidatura indeferido com recurso em tramitação e, por isto, os votos recebidos foram totalizados como nulos.

Em abril deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral manteve o indeferimento do registro de candidatura de Adailton de Oliveira, ao cargo de vice-prefeito, por ter sido condenado por compra de votos.

Candidatos que concorrem na eleição suplementar têm até o dia 9 de junho para entregar a prestação de contas. Diplomação deve ocorrer até 24 de junho.

Desde o começo do ano, a cidade está sob a administração interina do ex-presidente da Câmara dos Vereadores, Paulo Melo.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também