Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

segunda, 18 de fevereiro de 2019 - 23h36min

CAMPO GRANDE

Mais 12 unidades de saúde passam a atender em horário estendido

A partir de amanhã, funcionamento será das 7h às 19h

20 JAN 19 - 14h:59GLAUCEA VACCARI

A partir desta segunda-feira (21), mais 12 Unidades Básicas de Saúde e de Saúde da Família (UBSs e UBSFs) passam a atender em horário estendido, em Campo Grande, totalizando 22 unidades com horário ampliado. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, neste primeiro momento, todas as unidades funcionarão das 7h às 19h. Até então, o atendimento se encerrava às 17h.

Implantação do horário estendido começou no dia 7 deste mês e, inicialmente foram contempladas oito UBSs, sendo as unidades da Moreninha, Nova Bahia, Vila Fernanda, Vila Nasser, Santa Carmélia, Jardim Botafogo, Iracy coelho e Los Angeles, além da Clínica da Família no Nova Lima. 

A partir de amanhã, a ampliação será para as UBSs do Guanandi, 26 de Agosto, Universitário e Estrela do Sul e UBSF do Serradinho, Tarumã, São Conrado, São Francisco, Estrela Dalva, Itamaracá, Ana Maria do Couto e Jardim Noroeste. 

Segundo o secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, o objetivo em estender o atendimento é facilitar o acesso e assegurar assistência à população através do fortalecimento da atenção primária.

“Fortalecendo o atendimento na atenção básica, assegurando que o paciente será bem atendido perto de casa, nós podemos minimizar o problema da urgencialização. Hoje, mais de 70% dos pacientes que são atendidos nas UPAs e CRSs, por exemplo, poderiam estar sendo atendido na unidade básica perto da sua casa. Dessa forma, esse paciente acaba tendo que aguardar na UPA por um tempo maior o que consequentemente gera reclamação”, explicou.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Prefeito é investigado por mandar funcionários assistirem a show de noiva

BRASIL

Casal de empresários doa R$ 40 milhões para hospital que atende SUS

TRAGÉDIA DE BRUMADINHO

MP recomenda à Vale adoção de medidas de proteção de bens de removidos

BRASIL

Fake news são empecilho para aumento da vacinação contra HPV

Mais Lidas