Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ESTUPROU A CRIANÇA

Mãe esconde a própria filha no guarda-roupas para evitar a prisão do marido por estupro

Homem é acusado de estuprar a criança em festa de Natal

15 AGO 19 - 08h:48RAFAEL RIBEIRO

No início da tarde desta quarta-feira (14), a Polícia Civil de Iguatemi prendeu em flagrante pelo crime de descumprimento de decisão judicial de medidas protetiva contra um homem de 39 anos acusado de estuprar a enteada de apenas 12 anos.

O caso parece normal, mas chamou a atenção dos investigadores a atitude tomada pela mãe da vítima, que para proteger o acusado escondeu a criança dentro de um guarda-roupa e mentiu aos policiais para tentar assim evitar sua prisão.

O caso aconteceu em Itaquiraí, durante os festejos natalinos, quando durante uma reunião familiar, o homem foi flagrado por parentes beijando a enteada, que à época era pré-adolescente. Apesar da revolta de todos, a mãe se recusou a procurar a polícia e registrar ocorrência contra o marido.

Contudo, inconformada, uma terceira pessoa que sabia do caso, procurou a Delegacia de Atendimento à Mulher em Naviraí e denunciou o homem.

Após realizar investigações, ouvir testemunhas e a vítima, a Polícia Civil indiciou o acusado pelo crime de estupro de vulnerável. Bem como, representou por medidas protetivas de urgência, para que o acusado não se aproximasse da vítima, tendo o Poder Judiciário deferido o pedido.

No final de julho deste ano, a Polícia Civil de Iguatemi recebeu uma carta precatória para proceder a oitiva de uma testemunha do caso, que compareceu à delegacia e afirmou que apesar da decisão judicial, o acusado continuava residindo na mesma casa que a adolescente.

De imediato a Polícia Civil foi até a casa da família, localizada em uma região de sítios e chácaras do município, onde os policiais constaram que a menor, o padrasto e a mãe continuavam morando juntos, caracterizando o descumprimento da ordem judicial.

Ao perceber a presença da polícia, a mãe da vítima, de 40 anos, escondeu a adolescente dentro de um guarda-roupas e ao ser questionada sobre a vítima, disse que não morava mais na casa e que estaria com a avó. Os policiais realizaram buscas no local e encontraram a menor dentro do móvel, em prantos.

O homem foi preso e encaminhado à delegacia da cidade, onde foi autuado em flagrante por descumprir decisão judicial que defere medidas protetivas de urgência, crime este previsto na Lei Maria da Penha. Já a vítima foi encaminhada ao Conselho Tutelar para adoção das providências necessárias à garantia da sua integridade física e psicológica.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mistura de queimadas com frente fria explicam dia cinza em MS
TEMPO

Queimadas com frente fria explicam dia cinza em MS

Raio-x flagra mulher com 50 cápsulas de cocaína no estômago
SERVIÇO DE MULA

Mulher é presa com cápsulas de cocaína no estômago

TJ mantém condenação de homem por violência doméstica após reconciliação
TRÊS MESES DE PRISÃO

TJ mantém condenação de homem por violência doméstica após reconciliação

Capital deve recepcionar 12 mil na rodoviária para seu aniversário
26 DE AGOSTO

Capital deve recepcionar 12 mil na rodoviária em aniversário

Mais Lidas