Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PORTO MURTINHO

Licitação pública de ponte sobre rio Paraguai será lançada no sábado

Evento acontece em Porto Murtinho com presença de Azambuja
19/07/2019 15:08 - ALINE OLIVEIRA


 

O lançamento da licitação pública, para o projeto executivo da ponte de concreto que será construída sobre o rio Paraguai, ligando Mato Grosso do Sul ao Paraguai, acontecerá neste sábado (20), em Porto Murtinho. 

Conforme informações da assessoria de comunicação, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participará do evento, junto com o presidente do Paraguai, Mário Abdo Benítez, e da diretoria da Itaipu Binacional.

A empresa binacional financiará a construção da ponte, orçada no valor de US$ 75 milhões e que viabilizará a criação do Corredor Biocêanico ligando por meio de rodovias,  Mato Grosso do Sul aos portos do Chile, no Oceano Pacífico, e encurtará distâncias no escoamento de commodities para os países asiáticos.

SEXTA-FEIRA

Acompanhado do secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Agricultura Familiar e Produção (Semagro), Jaime Verruck, o governador chega a Porto Murtinho às 14h, desta sexta (19).

Em seguida, conhecerá o canteiro de obras do porto do grupo FV Cereais, que deve operar a partir de abril de 2020, com investimento inicial de R$ 56 milhões.

No sábado, às 8h, a convite do presidente paraguaio Mário Abdo Benítez, com quem se encontrou na semana passada em agenda oficial em Assunção, o governador se deslocará para a cidade paraguaia de Carmelo Peralta, que faz fronteira com Porto Murtinho, para participar do ato histórico que marcará a abertura da licitação para elaboração do projeto executivo da ponte sobre o Rio Paraguai. A estrutura de concreto terá 680 metros de cumprimento.

*Com informações da Ascom Governo do Estado

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.