Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MIL LOTES

Leilão de itens apreendidos tem produtos a partir de R$ 20

Há lotes de iPhone, brinquedos, videogames, entre outros
15/09/2019 19:13 - GLAUCEA VACCARI


 

Leilão com mais de 1 mil lotes de produtos apreendidos em Mato Grosso do Sul está com lances abertos, até o dia 27 de setembro, apenas na modalidade online. Entre os itens leiloados estão celulares, como Xiaomi e Iphone, com lance inicial  de R$ 240, mas há outras mercadorias, como aparelho para monitorar glicemia, com lances a partir de R$ 20.

Podem participar do leilão pessoas físicas e jurídicas, que devem fazer um cadastro no site da leiloeira Regina Aude Leilões, onde também é possível conferir todos os lotes. Também é possível ver os lotes pessoalmente, nos dias 20, 23 e 24 de setembro, das 08h às 11h30 e das 12h30 às 16h no prédio da Cofimt, que fica na rua Delegado José Alfredo Hardman, s/n, Parque dos Poderes.

Conforme o coordenador de Fiscalização de Mercadorias em Trânsito, Marcelo Monteiro, os produtos e bens ofertados são aqueles apreendidos e que estão há mais de 60 dias sem ser reclamados por seus proprietários. 

“Os produtos leiloados são objetos de ações fiscais em que a pessoa que teria a obrigação, mas desiste do pagamento. Com isso a mercadoria é recolhida para assegurar o pagamento do tributo. Toda a receita auferida é revertida para os cofres públicos e utilizada no cumprimento das políticas públicas de Governo como Saúde, Educação e Segurança Pública”, explica.

Entre os produtos estão bolsas, brinquedos, colchões, pneus, sapatos para adultos e crianças, trator, malotes de bijuterias, roupas infantis, cosméticos diversos, cremes de cabelo, filtros, impressoras, obras de arte, televisões, celulares, videogames e até touca hipotermica para quimioterapia.

A Sefaz alerta que a falta de pagamento do valor da arrematação e demais despesas no prazo indicado no edital, estará sujeito a penalidades, como multa, suspensão, declaração de inidoneidade e perda do direito em adjudicar, além de responder por crime de frustrar ou fraudar o processo licitatório.

Confira o edital abaixo e veja como participar:

 

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...