Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

FRONTEIRA

Ladrão invade residência e mata idoso de 85 anos

Além de dinheiro, criminoso levou moto da vítima

9 DEZ 19 - 09h:15ALÍRIA ARISTIDES

Um homem de 85 anos, residente da cidade de Ponta Porã, foi vítima do crime de latrocínio na noite de ontem (8). O idoso, identificado como Daniel Gonçalves, teria recebido a aposentadoria durante a semana, o que poderia ser do conhecimento do invasor. 

Segundo informações do site Porã Informa, o proprietário estava sentado na varanda de casa quando foi surpreendido com a presença do criminoso em sua residência. O invasor portava um pedaço de madeira e teria desferido vários golpes contra o idoso, que morreu no local. 

Logo após, o homem revirou a casa em busca de dinheiro e outros objetos de valor. Na saída, o criminoso ainda levou a motocicleta da vítima, que estava estacionada no local. Vizinhos de Daniel apontam um ex-presidiário como principal suspeito pelo latrocínio, roubo seguido de morte, já que o mesmo conhecia a rotina do idoso, sabendo que o mesmo havia recebido e sacado a aposentadoria.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil de Ponta Porã e por policiais do Serviço de Investigações Gerais (SIG), que tentam identificar o paradeiro do principal suspeito, que não teve o nome divulgado.  

 

 

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Polícia recaptura 11 dos 75 fugitivos de presídio dominado pelo PCC no Paraguai
FRONTEIRA

Polícia recaptura 11 dos 75 fugitivos de presídio dominado pelo PCC no Paraguai

STJ nega prisão domiciliar e Jamil Name vai continuar em presídio federal
OMERTÀ

STJ nega prisão domiciliar e Jamil Name vai continuar em presídio federal

Polícia paraguaia prende mais um fugitivo de penitenciária na fronteira
FUGA EM MASSA

Polícia paraguaia prende mais um fugitivo de penitenciária na fronteira

A cada quatro dias uma pessoa é assassinada em Campo Grande este ano
HOMICÍDIO DOLOSO

A cada quatro dias uma pessoa é assassinada em Campo Grande este ano

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião