Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TJMS

Justiça vai destruir 1,8 mil armas e 20,7 mil itens de munições apreendidos

Entre as armas estão espingardas, carabinas, rifles, revólveres e pistolas
04/12/2017 13:10 - YARIMA MECCHI


 

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) vai destruir 1.883 armas e 20.730 itens de munição que foram apreendidos e são de processos das Varas Criminais, da Infância e Juventude, da Justiça Militar, da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e Juizados Especiais Criminais.

Conforme a Justiça, quando os produtos não interessam mais ao processo o juiz autoriza a sua destruição, sendo em seguida informado à Assessoria Militar do TJMS, responsável pelo recolhimento do material. Entre as armas estão espingardas, carabinas, rifles, revólveres, pistolas e garruchas.

A ação é realizada entre o TJMS, o Exército Brasileiro e o Governo do Estado por meio de um termo de cooperação. O recolhimento dos armamentos é realizado por uma unidade de recolhimento da Assessoria Militar do TJMS,  juntamente com uma equipe de apoio do 19º Batalhão da Polícia Militar de Choque.

Felpuda


As conversas vêm acontecendo muito, mas muito reservadamente mesmo, e dão conta de que suplente poderá receber convocação, assumir a titularidade do cargo e por lá ficar por tempo indeterminado. Como é óbvio, tem gente jurando que nunca ouviu nem sequer falar sobre o assunto. O motivo não seria nada ligado a possíveis atos de irregularidades, mas sim por problemas de ordem pessoal.