Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SEGURANÇA NAS ESCOLAS MUNICIPAIS

Justiça Restaurativa vai mediar conflitos entre alunos do município na Capital

Prefeitura também vai reforçar policiamento nas escolas

7 DEZ 18 - 11h:46RENAN NUCCI

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Sesdes), inciam no ano letivo de 2019 o projeto chamado Justiça Restaurativa, nas escolas do município. O objetivo é mediar conflitos entre alunos, e também entre alunos e professores. Ontem, Gabrielly Ximenes Souza, de 10 anos, morreu depois de ser agredida por colegas da Escola Estadual Lino Vilachá, no Nova Lima. A polícia suspeita que ela já estava com alguma doença, todavia, as agressões contribuíram.

Segundo o secretário Valério Azambuja, titular da Sesdes, o objetivo é trabalhar de forma preventiva. "Esse projeto consiste em palestras e reuniões para solucionar os conflitos, evitando que a situação chegue ao ponto de violência", disse. O prefeito Marcos Trad também lembrou da importância da conscientização. "É fácil reparar a consequência, mas qual é causa disso? [...] primeiro a gente tem que trabalhar em educação", afirmou. 

Ainda de acordo com o secretário, é previsto reforço das rondas pela Polícia Municipal. "Vamos aumentar o número de viaturas no entorno das escolas do município [...] temos 250 policiais fazendo a guarda permanente de forma alternada nas escolas", disse o secretário. Ao todo, são 14 viaturas da Polícia Municipal operando nas sete regiões do município e o objetivo é dobras o número de veículos para o ano que vem. "Tem ainda o concurso que vai suprir 350 vagas".
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

STJ reduz pena de Elize Matsunaga, condenada por esquartejar marido em SP

Mulher será indenizada em R$ 15 mil depois de ser atingida por toldo de loja
JUSTIÇA

Mulher ferida por toldo de loja será indenizada

Shopping é condenado a pagar R$ 10 mil por falsa acusação de furto
CAMPO GRANDE

Shopping é condenado a pagar R$ 10 mil por falsa acusação de furto

Quadrilha que planejava crimes pelo whatsapp é desarticulada
NO INTERIOR

Quadrilha que planejava crimes pelo whatsapp é desarticulada

Mais Lidas