Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

Capital e Terenos

Investigados pela PF devem
R$ 729 milhões ao fisco federal

Valor é somatória das dívidas de frigoríficos e de 4 pessoas físicas

1 AGO 2017Por DA REDAÇÃO05h:30

Os negócios envolvendo os frigoríficos ligados à família Lopes, alvo da Operação Labirinto de Creta da Polícia Federal, desencadeada na sexta-feira (28/8), têm dívida de R$ 729,4 milhões com o fisco federal.

O valor leva em consideração débitos com a fazenda nacional, a Previdência Social e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em dívida ativa e estão em lista da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). 

Na operação da Polícia Federal deflagrada na semana passada, o valor do prejuízo das atividades investigadas envolvendo as empresas Frigolop, Frizelo, Frigorífico Peri, Peri Alimentos, Translop, L.P.X. Agroindustrial, J.C.G. Participações, FP3 Investimentos, A.G.L. Agroindustrial, GF Transporte e Representação de Bovinos, A&C Transportes e Comércio e Representação de Bovinos chegou a R$ 350 milhões. 

Esse levantamento mais recente na lista da PGFN, contudo, leva em consideração a dívida das pessoas jurídicas e físicas dos envolvidos com essas empresas.

Só o Frigorífico Peri, por exemplo, deve R$ 154,9 milhões ao fisco. A Peri Alimentos, empresa criada após a dívida milionária do frigorífico ser cobrada, já deve R$ 150,7 milhões à Fazenda Nacional. 

*Leia reportagem, de Eduardo Miranda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também