Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OBRAS POLÊMICAS

Interrupção de energia para obras no centro preocupa comerciantes

Lojas na Rua Maracaju ficarão sem energia durante a tarde de sábado
19/07/2019 13:04 - ALÍRIA ARISTIDES


 

O comércio da região central de Campo Grande, na Rua Maracaju, ficará sem luz no período da tarde de sábado (20). A medida faz parte do projeto de revitalização do centro da cidade, o ‘Reviva Campo Grande’. Os lojistas do trecho em obras, que fica entre as Ruas 13 de Maio e 14 de Julho, estão preocupados com os impactos negativos nas vendas durante a suspensão de energia.

A Energisa suspenderá o fornecimento para preparar a conversão das redes aéreas em subterrâneas. As atividades, que vão das 12h às 15h do sábado, são para inversão da fonte de alimentação da rede, que passará a ser feita pela Rua 13 de maio.

As obras do Reviva Campo Grande já foram alvo de críticas por partes dos comerciantes. Donos de lojas na região reclamam que o projeto trouxe prejuízos financeiros e queda nas vendas.

Segundo Adelaido Vila, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande (CDL), é compreensível a importância das obras, mas a suspensão de energia impossibilita o trabalho durante período comercial. “O momento econômico já está difícil. Quando você não pode trabalhar, fica ainda mais complicado. Não é questão de luxo, é algo essencial para gente trabalhar que é a energia”. 

Segundo o presidente da CDL, foi realizado pedido de adiamento da interrupção para o domingo (21). A solicitação foi enviada para a Prefeitura, Energisa e Engepar, empresa responsável pela execução das obras, e não teve retorno. 

NOTA RETORNO

A Energia esclarece que as obras de adequação no sistema elétrico da área central para atender ao Reviva Campo Grande, previstas para acontecer neste sábado (20/7), serão realizadas na Rua Maracaju, entre a Rua 13 de Maio e a Rua 14 de Julho, das 12h às 18h, conforme informado 'com antecedência' aos clientes.

Por questões técnicas e de segurança, as atividades precisam ser distribuídas; e no domingo (21/7), equipes da Energisa já executam intervenção na Avenida Fernando Corrêa da Costa. 

A operação faz parte do desligamento programado, realizado pela concessionária para viabilizar manutenções e melhorias na rede de distribuição.

A concessionária explica ainda, que informou aos clientes que seriam impactados pela interrupção no fornecimento de energia, em ambos os trechos, por meio de publicação de edital em jornais de grande circulação e rádios, envio de cartas aos clientes e publicação no site da concessionária

*Matéria editada às 15h27 para acréscimo de informações

Felpuda


Tudo indica que o MDB não conseguiu convencer o PSDB de iniciar namoro com vistas a casamento nas eleições, e a ideia teria sido descartada. Os tucanos demonstraram que o problema deles não é o cargo: os emedebistas ofereceram a vaga de vice na disputa à Prefeitura de Campo Grande, a mesma cobiçada pelos tucanos, mas na chapa do PSB do atual prefeito. A questão, politicamente falando, seria, digamos, o oferecido “noivo”. Afe!