Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

tempo

Instituto alerta para baixíssima
umidade e calor durante feriadão

Orientação para quem vai ao desfile de 7 de setembro é ingerir líquidos

7 SET 2017Por EDUARDO MIRANDA06h:00

Neste feriado prolongado, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para tempo excessivamente seco em praticamente todo o território sul-mato-grossense e também em estados vizinhos, como Mato Grosso, São Paulo e Minas Gerais. 

O Inmet fala em condições meteorológicas favoráveis à baixa umidade relativa do ar, que deve ficar abaixo dos 20% entre esta quinta-feira e domingo.

Não há nenhuma previsão de chuva. Segundo o instituto, o tempo será firme, com temperaturas diurnas elevadas.

Entre sábado e terça-feira (12), em Campo Grande, a expectativa é de que os termômetros marquem perto de 40ºC. A máxima prevista para esses dias é de 39ºC.

As noites também devem ser quentes. Com temperatura mínima de 18ºC até domingo e de 20ºC a partir de terça-feira. Até o dia 19 deste mês, em Campo Grande, não deve chover, conforme apontam o Inmet e outro instituto, o Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe). 

Ontem, na Capital, a umidade relativa do ar chegou ao nível de 16%, conforme indicou a estação meteorológica do Inmet. A temperatura atingiu 35ºC.

O calor deve predominar em todo o Estado. Em Ponta Porã, no fim de semana, a temperatura máxima será de 37ºC, e mínima de 13ºC. Em Dourados, as temperaturas vão variar entre 15ºC e 38ºC; em Três Lagoas, entre 16ºC e 36ºC; em Corumbá, entre 23 e 38ºC. 

Conforme o Inmet, neste fim de semana, os ventos também se intensificarão, o que não deve amenizar o forte calor. 

DESFILE

O desfile cívico-militar em comemoração dos 195 anos da Independência do Brasil será hoje, em Campo Grande.

A abertura será às 8h45min, em frente ao palanque das autoridades, instalado no cruzamento da Rua 14 de Julho com a Avenida Afonso Pena, onde será acesa a pira com a chama da pátria.

O ato terá militares das Forças Armadas (Exército, Aeronáutica e Marinha) e integrantes da Segurança Pública do Estado (Polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros), além de alunos de escolas públicas e privadas.

Colaborou: Natália Yahn.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também