Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FIQUE ATENTO

Inscrições para vestibular da UFGD terminam na segunda-feira

Metade das vagas estão reservadas para cotas
12/10/2019 13:19 - ADRIEL MATTOS


Terminam na segunda-feira (14) as inscrições para o vestibular da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Estão sendo oferecidas 982 vagas nas modalidades presencial e a distância, sendo que metade estão reservadas para alunos de escolas públicas com renda superior e inferior a um salário mínimo e meio, incluindo também indígenas, pretos, pardos e pessoas com deficiência.

As vagas são para os cursos de Administração, Agronomia, Artes Cênicas, Biotecnologia, Ciências Biológicas (licenciatura e bacharelado), Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Direito, Educação Física, Engenharia Agrícola, Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Aquicultura, Engenharia de Energia, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica, Física, Geografia, Gestão Ambiental, História, Letras, Letras-Libras (à distância), Matemática, Medicina, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Química (bacharelado e licenciatura), Relações Internacionais, Sistemas de Informação e Zootecnia.

As inscrições podem ser feitas no site da universidade (clique aqui para Letras-Libras e aqui para os demais cursos). A taxa de inscrição de R$ 100, via Guia de Recolhimento da União (GRU), somente nas agências do Banco do Brasil. As provas acontecem no dia 24 de novembro. Pela manhã, haverá a Prova de Redação, das 8h às 10h30. À tarde, serão realizadas as Provas Objetivas, das 14h às 18h. O resultado final será divulgado no dia 16 de janeiro de 2020.

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...