Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PRF

Infrações por excesso de peso aumentam
em rodovias federais de MS

Danos à malha viária são a principal consequência deste tipo de irregularidade

25 DEZ 18 - 18h:19TAINÁ JARA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou aumento no número de infrações por excesso de peso de caminhões na rodovias federais de Mato Grosso do Sul. Entre janeiro e final de novembro de 2018 foram registradas 773 ocorrências. São 46 notificações a mais em relação ao mesmo período do ano passado, quando 727 caminhoneiros descumpriram a lei. 

Em quilos, isto representa 100 a mais do que em 2017, quando foram transportados irregularmente 2,7 toneladas de produtos. Nos primeiros onze meses deste ano, o valor foi de 2,8 toneladas. Durante todo o ano passado, foi registrado total de 788 notificações e excesso de 3,1 toneladas.

O principal dano causado pela excesso de peso é às rodovias. Buracos e fissuras causados por esta irregularidade, além de representar mais gasto de dinheiro público com manutenção de malha asfáltiva, aumenta o risco de acidentes. 

AUTUAÇÕES

Todos os veículos de carga acima de 3,5 toneladas devem receber aferição de pesagem. As autuações podem ser por dois motivos. O primeiro se refere ao excesso de Carga Total Bruta (CTB) comparado ao peso total transportado. A tolerância, neste caso, é de 5% do total bruto. Isto é, se um veículo tem por limite de carga 40 toneladas, o peso total bruto não pode exceder a 42 mil quilos (o peso bruto + 5%).

O segundo motivo é o excesso de peso na distribuição por eixos do veículo, contado a partir do eixo de tração. Neste caso, a quantidade de CTB deve ser distribuída igualitariamente pelo número de eixos, numa tolerância de 7,5% do total bruto.

De acordo com a PRF, a fiscalização de peso é realizada de duas formas: pela nota fiscal comparado à tara e a capacidade de tração do veículo e também por balanças do Departamento Nacional de Trânsito (DNIT).

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Para evitar transferência, Name alega precisar de ajuda em tudo
DESESPERO

Para evitar transferência, Name alega precisar de ajuda em tudo

Prevenção contra incêndio é cinco vezes mais cara em MS
EXIGÊNCIAS

Prevenção contra incêndio
é cinco vezes mais cara em MS

Semana começa com previsão de chuva para MS
TEMPO

Semana começa com previsão de chuva para MS

Músicos homenageiam cantor Ivo de Souza em funeral; veja o vídeo
LUTO

Músicos homenageiam cantor Ivo de Souza em funeral; veja o vídeo

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião