Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

SEGURO DPVAT

Indenizações por morte no trânsito aumentam 18% em Mato Grosso do Sul

Seguro DPVAT pagou 3.601 indenizações por mortes, invalidez e despesas médicas

3 AGO 2017Por GLAUCEA VACCARI17h:33

Mato Grosso do Sul registrou alta de 18,43% no número de indenizações pagas pelo seguro obrigatório de veículos, o DPVAT, no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Conforme boletim estatístico da Seguradora Líder-DPVAT, responsável pela operação do Seguro por Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), de janeiro a junho de 2017 foram pagas 302 indenizações por mortes, contra 255 pagas em 2016.

Apesar do aumento nos casos de morte, número total de indenizações, que inclui despesas médico-hospitalares e invalidez permanente, teve redução neste primeiro semestre.

No total, foram 3.601 indenizações pagas pelo seguro neste primeiro semestre. Em 2016, de janeiro a julho foram pagos 4.230 pelo seguro.

Os casos de invalidez permanente representam a maioria das indenizações pagas pelo seguro DPVAT no período, com 2.852 pagamentos.

Apesar de ser maioria, casos registraram também a maior redução entre as naturezas pagas, com queda de -17,60% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram 3.461 casos.

Despesas médicas foram responsáveis por 447 indenizações, redução de -13,04% frente à 2016, quando foram 514.

Pagamentos das indenizações são referentes às ocorrências no período e também em anos anteriores, considerando-se que o beneficiário tem o prazo de três anos para solicitar o seguro. 

Conforme dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), frota de Mato Grosso do Sul é de 1.424.931 veículos, sendo 724.337 automóveis, 458.370 motocicletas, 225.753 caminhões e picapes, 12.977 micro-ônibus, ônibus e vans e 3.494 ciclomotores.

BRASIL

Em todo o país, foram pagos 192.187 indenizações de janeiro a junho de 2017, incluindo casos de morte, invalidez permanente e despesas médico-hospitalares. O número é 9% menor que no primeiro semestre do ano passado, quando foram registradas 210.334 indenizações.

As indenizações envolvendo acidentes fatais no trânsito registraram aumento de 27%.No total, foram 19.367 indenizações pagas para herdeiros de vítimas fatais. Já o número total de indenizações por acidentes de trânsito caiu.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também