Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MEIO AMBIENTE

Incêndios no Pantanal levam cidades de MS ao topo de ranking de focos

Estado também lidera lista de unidades federativas com mais queimadas
29/10/2019 15:03 - ADRIEL MATTOS


 

As queimadas na região do Pantanal colocaram três cidades de Mato Grosso do Sul no topo do ranking de municípios com mais focos nos últimos dias. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Corumbá, Aquidauana e Miranda tem o maior número de incêndios nos últimos dias.

Na segunda-feira (28), Corumbá registrou 387 focos, aumento de 225% em relação ao dia anterior. Aquidauana tinha 123 queimadas, o que representa 116% de aumento. E Miranda registrou 74 focos, 393% a mais que no domingo (27). Levando em conta os dados por estado, Mato Grosso do Sul também lidera a lista, com 600 focos registrados ontem.

Por conta do avanço das chamas, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) emitiu um alerta nesta terça-feira (29) pedindo aos motoristas que evitem trafegar pela BR-262 durante a noite. Desde domingo, a PRF contabilizou diversos focos de incêndio em vários pontos da rodovia, especialmente entre os Km 620 e 700, na região de Corumbá.

SITUAÇÃO

O combate aos incêndios recebeu reforço de um avião Air Tractor, que veio do Mato Grosso e estava em Campo Grande para a 7ª Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais (Wildfire), voou para a região do Pantanal para auxiliar as equipes locais. Um helicóptero da Polícia Militar também foi deslocado para dar apoio.

Segundo o Corpo de Bombeiros, dez militares, 50 funcionários de fazendas da região e brigadistas do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) estão combatendo as chamas.

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...