Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Incêndios na área urbana ameaçam residências e comércios

Hoje, concessionária precisou retirar veículos de pátio por conta de fogo em terreno próximo
16/09/2019 17:26 - GLAUCEA VACCARI


 

Além das queimadas florestais, como no Pantanal e Refúgio Caiman, os incêndios na área urbana tem sido frequentes em Mato Grosso do Sul, devido ao período seco e calor intenso. Na Capital, três incêndios de grandes proporções ocorreram na área metropolitana nesta segunda-feira (16), ameaçando residências e comércios próximos.

O primeiro caso começou na noite de ontem e fogo foi apagado hoje, em uma borracharia nas Moreninhas. Por conta da queima de pneus, fumaça densa subiu e moradores tentaram controlar as chamas com baldes e mangueiras até a chegada do Corpo de Bombeiros.

No Rita Vieira, as chamas altas assustaram moradores e bombeiros tiveram trabalho para apagar o fogo.

Já na tarde de hoje, incêndio em vegetação causou correria em uma concessionária de veículos, na avenida Joaquim Murtinho. O fogo começou aos fundos do estabelecimento e tomou grandes proporções, ameaçando atingir os carros expostos à venda no local, que foram retiradados por funcionários para evitar maiores prejuízos.

Corpo de Bombeiros foi acionado e utilizou água e abafadores para combater a queimada.

Diariamente o Corpo de Bombeiros é acionado para apagar focos de incêndio na área urbana. Conforme a Polícia Militar Ambiental, a maioria dos incêndios, tanto os florestais quanto os no perímetro urbano, são causados por ação humana, que queimam vegeração em terrena para limpeza e colocam em risco as residências, comércio, bem como a saúde e a vida dos vizinhos.

A ação de queima a céu aberto não entra na seara criminal, só na administrativa, por isso é apenas imputada multa. A grande dificuldade, conforme a PMA, está em identificar o incendiário.

* Colaborou Álvaro Rezende

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...