Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

loja na Capital

Incêndio que atingiu comércio de borrachas pode ter sido provocado por pane elétrica

Equipes dos Bombeiros irão avaliar se há risco de desmoronamento do imóvel

21 JUN 17 - 12h:18BRUNA AQUINO

Incêndio de grande proporção que atingiu o comércio de borrachas na Avenida Fernando Corrêa da Costa esquina com Avenida Calógeras, nesta manhã, no centro de Campo Grande, pode ter sido provocado por pane na rede de energia elétrica. Não houve feridos no local e o fogo não atingiu imóveis vizinhos.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, incêndio começou por volta das 10h30. Foram utilizados em torno de 17 mil litros de água e 15 socorristas foram empenhados no trabalho para controlar as chamas, que durou cerca de 30 minutos.

Conforme o tenente coronel Marcelo Fraiha, do Corpo de Bombeiros, no local o fogo foi alastrando devido a objetos inflamáveis que foram atingidos, tais como borrachas, vidros,  acessórios veículares e toda a parte de escritório do estabelecimento. Além disso, uma caminhonete Hilux, que estava no local, também foi atingida pelo fogo.

O Corpo de Bombeiros continua no trabalho de rescaldo e será avaliado se há risco de desmoronamento do imóvel.

Os proprietários e funcionários do local estavam bastante abalados. Trânsito no entorno da Casa das Borrachas foi fechado. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Temperatura cai e previsão indica mais chuva para Mato Grosso do Sul
TEMPO

Temperatura cai e previsão indica mais chuva para MS

Em um ano, número de queimadas quase dobram em Campo Grande
MEIO AMBIENTE

Em um ano, número de queimadas quase dobram, aponta comitê

Governo lança em dezembro edital de parceria público-privada com valor de R$ 3,8 bilhões
PRIVATIZAÇÃO

Edital de parceria público-privada será lançado em dezembro com valor de R$ 3,8 bilhões

Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo
ATENÇÃO!

Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião