BATAYPORÃ

Incêndio começou em setor de desossa e já dura seis horas

Apesar da unidade não estar mais em funcionamento, havia algumas pessoas no local
19/08/2015 14:52 - GABRIEL MAYMONE


 

Já dura mais de seis horas o incêndio na planta do frigorífico Minerva, em Batayporã (MS) – distante 306 km da Capital -. Segundo informações do Jornal da Nova, o fogo começou, por volta das 11h, no setor de desossa, mas as circunstâncias ainda serão apuradas.

A unidade está desativada desde o dia 1º de julho, quando cerca de 700 funcionários foram demitidos. Apesar de não estar mais em funcionamento, algumas pessoas estavam no local, no momento do incêndio, e foram retiradas pelos bombeiros. Ninguém ficou ferido.

Segundo o Corpo de Bombeiros, outros setores como carregamento, sala de máquinas, cozinha e parte do abate não foram atingidos, os bombeiros estão trabalhando nesta área na prevenção. A alta temperatura dificulta os serviços de combate, mas os militares estão contando com ajuda de caminhões pipas da prefeitura e de empresas particulares.

Ao Jornal da Nova, um integrante da família Capuci, dona do imóvel, disse que os prejuízos ainda são incalculáveis, uma vez que o setor da desossa ficou completamente destruído e parte do túnel de congelamento. “Os bombeiros estão trabalhando para que outros setores não seja atingido”, disse Rogério Capuci.

“No local não havia energia elétrica ou outro meio de pegar fogo, muito estranho, mas vamos aguardar as autoridades policiais apurarem o caso”, relata.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".