Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Incêndio em fazendas mobiliza bombeiros e interdita rodovia

Peões de fazenda correram para retirar o gado da área, na Capital
10/09/2019 17:44 - GLAUCEA VACCARI E ÁLVARO REZENDE


 

Incêndio de grandes proporções atingiu várias fazendas e chácaras localizadas às margens da BR-163, na saída para São Paulo, em Campo Grande. Cinco viaturas do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas para o combate às chamas e proprietários rurais e peões também ajudam, com a utilização de mangueiras e baldes de água.

As chamas começaram em área de vegetação e, por conta do calor intenso e tempo seco, o fogo se alastrou rapidamente, atingindo propriedades que ficam ao lado do posto da Polícia Rodoviária Federal.

Fumaça densa tomou conta da área e deixou a visibilidade baixa na rodovia. Por conta disso, equipe da concessionária CCR MSVia, esteve no local orientando o tráfego, que precisou ser interditado em ambos os sentidos para evitar acidentes.

Na região, há várias chácaras e estâncias e proprietários, além de ajudar no combate ao fogo, correram para retirar animais que poderiam ser atingidos caso o incêndio continuasse se alastrando. 

Vários hectares de vegetação foram destruídos no incêndio e as fazendas ficaram sem energia elétrica.

QUEIMADAS

A onda de calor e o tempo seco que persistem sobre o Estado desde o fim de semana têm feito o número de focos de queimadas subir em Mato Grosso do Sul. Conforme relatório do Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), no dia 4 de setembro, foram registrados apenas dois focos de queimadas no Estado. Já na quinta-feira (5), houve 27 focos, que aumentaram para 234 no sábado (7) e 111 no domingo (8). Ao todo, foram registrados 477 focos durante oito dias do mês de setembro, o que representa 19% da quantidade de todo o mês passado.

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...