Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

REVIVA CAMPO GRANDE

Inauguração da nova rua 14 de Julho terá atração nacional

Obras estão chegando ao fim, que tiveram aumento nos custos

19 NOV 19 - 16h:26ADRIEL MATTOS E RICARDO CAMPOS JR.

Faltando dez dias para a inauguração da nova rua 14 de Julho, em Campo Grande, a prefeitura anunciou nesta terça-feira (19) a atração musical do evento. “É uma nostalgia de volta ao passado no encontro com o futuro, que vai ser a Turma do Balão Mágico”, disse o prefeito Marcos Trad (PSD).

Segundo a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), o show do antigo grupo infantil é um trabalho de Simony e Toby, membros da Turma do Balão Mágico, relembrando os sucessos do grupo. “Fizemos um apanhado com a população, apresentamos alguns nomes e os super fantásticos amigos vão fazer um show que vai lembrar a 14 do passado, presente e futuro”, justificou o prefeito, sobre a escolha do grupo.

SITUAÇÃO

As obras na via estão nas últimas fases. Parte dos serviços já foram concluídos, como drenagem de águas pluviais e sistema de abastecimento de água, esgotamento sanitário e telecomunicações já estão prontos.

Outra etapa é a disponibilização de internet Wi-Fi na região,  que será livre e gratuita para pedestres que frequentarem a rua, tem previsão para entrar em atividade no dia da inauguração. A implantação da internet de fibra ótica, em conjunto com outras etapas da obra milionária, exigiu aumento no orçamento original previsto para a realização do Reviva Campo Grande. 

A reforma na 14 de Julho, que inicialmente estava orçada em R$ 58 milhões, precisou receber o aditivo de mais de R$ 11 milhões para que pudesse ser concluída. O acréscimo liberado pelo Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) levou o custo total do projeto a ultrapassar os R$ 60 milhões. A justificativa utilizada na época de aprovação do aditivo foi de que o valor era necessário em “decorrência da reprogramação dos quantitativos de serviços inicialmente contratados”. 

Também está incluída o monumento do relógio. Feito em ACM, um material acrílico de alta durabilidade, e composto de chapas de alumínio, o aparelho informará as horas, a temperatura e fará campanhas educativas. A primeira será a do Novembro Azul.

A instalação da escultura metálica lembrando o antigo relógio, exatamente no ponto em que ele foi construído inicialmente, representa o resgate de parte importante da história da Capital. O projeto do novo relógio da 14 é dos arquitetos César da Silva Fernandes e Inácio Salvador, responsáveis pela remodelação da Rua 14 de Julho.

Após a conclusão, a prefeitura deve levar a frente de obras para as vias transversais de 14, e a previsão é começar os trabalhos em março de 2020. A nova etapa compreende o quadrilátero entre as Rua Padre João Crippa e Avenida Calógeras e as avenidas Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso. A obra deve seguir o padrão estabelecido na 14 de Julho para a revitalização e modernização do Centro da Capital.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Médicos expõe livros na Academia de Medicina de MS
LITERATURA

Médicos expõe livros na Academia de Medicina de MS

Mutirão recolherá materiais inservíveis em bairro da Capital
AÇÃO CIDADE LIMPA

Mutirão recolherá materiais inservíveis em bairro da Capital

Após morte de peixes, MP abre inquérito para apurar regularidade de esgoto
RIO ANHANDUÍ

Após morte de peixes, MP abre inquérito para apurar regularidade de esgoto

UFMS abre inscrições em concurso com salários de até R$ 10 mil
30 VAGAS

UFMS abre inscrições em concurso com salários de até R$ 10 mil

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião