DOIS CASOS

Imprudência no trânsito deixa um morto e famílias feridas em acidentes

Em um dos casos, seis pessoas ficaram feridas e foram para a Santa Casa
10/11/2019 17:27 - FÁBIO ORUÊ E VALDENIR REZENDE


 

Domingo foi marcado por um atropelamento com morte, na Avenida Duque de Caxias, e uma colisão entre dois carros de passeio, na Avenida Calógeras. A vítima fatal foi identificada como Moises de Olanda Santos, de 87 anos.

Segundo informações do boletim de ocorrência, por volta de 10h, Moises atravessava a avenida, em frente ao 20º Regimento de Cavalaria Blindado, na Vila Duque de Caxias, quando foi atingido por uma caminhonete GM S10, que com a colisão deixou cair seu espelho retrovisor direito. 

Como consta no documento, o condutor do veículo fugiu do local sem prestar socorro e ainda não foi encontrado. A polícia já tem uma possível identificação e faz diligências para encontrá-lo. 

Já no cruzamento da Avenida Calógeras com a Rua Calarge, no Centro, um Chevrolet Astra seguia na contramão quando bateu em um Prisma, que foi arremessado contra a porta de um comércio. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, no Prisma estavam um casal e duas crianças, uma menina de 11 anos e outra de 3, e o outro veículo era ocupado por um casal. Todos os envolvidos foram encaminhados para a Santa Casa, sem ferimentos graves.

 

 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".